Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine
NBA

Nowitzki se torna um dos maiores cestinhas na história da NBA

Jogador alemão é o sexto a superar a marca de 30.000 pontos

Westbrook anota 58 pontos contra o Portland

Nowitzki chega aos 30 mil pontos Ampliar foto
Nowitzki celebra uma de suas cestas contra os Lakers. REUTERS

Abdul-Jabbar, Karl Malone, Kobe Bryant, Michael Jordan, Wilt Chamberlain e… Dirk Nowitzki. São os seis maiores cestinhas na história da NBA, os seis únicos a terem ultrapassado a marca dos 30.000 pontos. Nowitzki acaba de entrar para esse rol ao anotar 25 pontos na partida em que os Dallas Mavericks venceram os Lakers (122-111). Precisava de 20 e anotou 18 já no primeiro quarto, chegando aos 25 ante da metade do jogo.

Os 20.424 espectadores presentes lhe ofereceram uma longuíssima ovação. Era o reconhecimento a um jogador que se transformou no emblema dos Mavericks, onde joga desde que desembarcou na NBA, em 1998, procedente do modesto Wurzburg, que havia levado à divisão principal do basquete alemão. Em 1996 esteve prestes a ser contratado pelo Barcelona, mas acabou sendo escolhido em nono lugar no draft de 1998 pelo Milwaukee, que então o transferiu ao Dallas em troca de Robert Traylor.

Em 18 temporadas e meia na NBA, Nowitzki conseguiu um feito só obtido pelos melhores e também pelos mais constantes, ou seja, aqueles que se mantêm na zona de excelência jogo após jogo. Em 1.377 atuações nas temporadas regulares da NBA, soma 30.005 pontos, uma média de 21,8 por jogo. Aos 38 anos, é o primeiro atleta de fora dos EUA a entrar na seleta lista. Continuará aumentando seus números, pois está decidido a jogar pelo menos mais uma temporada inteira na NBA, a de número 20. Os jogadores que o superam no grupo de maiores cestinhas são Abdul Jabbar (38.378 pontos), Karl Malone (36.928), Kobe Bryant (33.643), Michael Jordan (32.292) e Wilt Chamberlain (31.419). Shaquille O’Neal (28.596) é sétimo na lista, e LeBron James (28.316), o oitavo.

Os jogadores da NBA que anotaram mais de 30.000 pontos

1- Kareem Abdul-Jabbar: 38.387 pontos em 1.560 jogos. Sua carreira: 1969-1975 Milwaukee Bucks e 1976-1989 Los Angeles Lakers.

2- Karl Malone: 36.928 pontos. 1.476 jogos. 1985-2003: Utah Jazz. 2003-2004: Los Angeles Lakers.

3- Kobe Bryant: 33.643 pontos. 1.346 jogos. 1996-2016: Los Angeles Lakers.

4-Michael Jordan: 32.292 pontos. 1.072 jogos. 1984-1998 Chicago Bulls. 2001-2003: Washington Wizards.

5- Wilt Chamberlain: 31.419 pontos. 1.045 jogos. 1959-1962: Philadelphia Warriors. 1962-1965: San Francisco Warriors. 1965-1968: Philadelphia 76ers. 1968-1973: Los Angeles Lakers.

6-Dirk Nowitzki: 30.005 pontos. 1.377 jogos. 1998-atualmente: Dallas Mavericks.

As homenagens a Nowitzki por seu feito continuaram depois da partida. O jogador alemão se dirigiu ao público do centro da quadra dizendo que “foi uma viagem de loucos, com muitos altos e baixos, mas vocês sempre estiveram do meu lado e chegamos até aqui. Tomara que venham muitos outros”.

Nowitzki foi campeão pelos Dallas Mavericks em 2011, quando também foi eleito o MVP [jogador mais valioso] das finais. Em 2007 foi o MVP da temporada, e esteve 13 vezes no All Star game, que reúne os principais craques do basquete norte-americano anualmente.

A marca de Nowitzki foi alcançada no mesmo dia em que Russell Westbrook anotou 58 pontos no jogo em que o Oklahoma City perdeu do Portland (121-128). É o recorde pessoal do armador do Thunder na NBA. Westbrook, que nesta temporada soma 30 triplos duplos, obteve bons percentuais de arremesso, com 21 acertos em 39 tentativas com bola correndo, mas falhou em 9 dos 15 últimos. Oladipo, depois de superar uma lesão, reapareceu com o Thunder, e Abrines, titular nos últimos jogos, voltou a começar no banco. O ala espanhol anotou cinco pontos.

MAIS INFORMAÇÕES