Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Scarlett Johansson: “Casamento é uma ideia bonita, mas a monogamia não é natural”

A atriz, que se separou, fala de casamento e maternidade em uma entrevista à 'Playboy'

Scarlett Johansson, em 8 de fevereiro em Nova York. AFP

“A ideia do casamento é muito romântica, é uma ideia muito bonita, e sua prática pode ser uma coisa muito bela. Mas não acredito que seja natural ser uma pessoa monogâmica. Pode ser que me critiquem por isto, mas acho que dá muito trabalho.” Com estas palavras a atriz Scarlet Johansson fala de casamento em sua última entrevista. “Dá muito trabalho. O fato de que seja tanto trabalho para todo mundo prova que não é uma coisa natural. Tenho muito respeito pelo casamento e fiz parte dele, mas, definitivamente, acho que vai contra algum instinto.”

A intérprete, de 32 anos, se pronuncia desta maneira poucas semanas depois que surgiu a notícia da separação de seu segundo marido e pai de sua filha. Declarações feitas para a edição de março/abril da Playboy – em um número em que a revista volta às suas origens ao introduzir a nudez de novo em suas páginas. Mas não ficou claro se a entrevista ocorreu antes ou depois de que em janeiro aparecesse a notícia de seu divórcio do jornalista francês Roman Dauriac, embora na entrevista ela o chame de “marido”. “O casamento é um contrato juridicamente vinculante e isso tem um peso”, diz ela, e acrescenta que é um estado civil que sempre muda as pessoas.

Uma entrevista na qual Johansson, que está divulgando o filme A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell, também fala da maternidade, um processo “incrivelmente profundo”, que a mudou, segundo afirma. E, em declarações um tanto mais politicamente corretas, diz que ser mãe é o melhor que lhe aconteceu na vida. “Sentia medo de que a minha vida fosse mudar, e isso aconteceu de uma maneira drástica. Mas me sinto em muitos sentidos muito mais eu mesma do que antes.”

Scarlett Johansson e, ao fundo, Romain Dauriac, no passado mês de outubro.

Roman Dauriac e Scarlett Johansson se tornaram pais de Rose Dorothy há dois anos. Os dois se casaram em 2014, depois de dois anos de relacionamento, e sua separação pegou muitos de surpresa em janeiro –alguns meios de comunicação dos Estados Unidos garantem que a ruptura aconteceu em meados do ano passado. Nenhum dos protagonistas falou sobre sua situação, mas ficou patente sua boa relação quando poucos dias depois se deixaram fotografar juntos em um evento. Antes, a atriz esteve casada com o também ator Ryan Reynolds, de 2008 a 2011, uma relação à qual puseram um ponto final por causa de suas agendas profissionais intensas.

Uma longa entrevista na qual trata de temas profissionais e também da vida privada, como quando foi vítima de uma invasão de seu correio eletrônico que terminou com fotos particulares dela circulando na Internet. “Foi uma loucura. Isso fez com que eu me desse conta de quanto somos vulneráveis a tudo isso. A pessoa que hackeou meu email fez o mesmo com outras 50 pessoas públicas e também com suas ex-namoradas. Pode acontecer com qualquer um.” Ela argumenta que por causa dessa sensação de vulnerabilidade, e por falta de tempo, não está em nenhuma rede social (“não é minha natureza”). Em 2012, Christopher Chaney, o homem que teve acesso às contas de email de Scarlett Johansson, Christina Aguilera e outras 50 mulheres foi condenado a 10 anos de prisão.

MAIS INFORMAÇÕES