Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

‘Preso mais bonito do mundo’ estreia na passarela de Nova York

Jeremy Meeks chegou à Semana da Moda pelas mãos do estilista Philipp Plein

Jeremy Meeks desfila para Philipp Plein, em Nova York. WireImage

Menos de um ano depois de sair da prisão, Jeremy Meeks chegou à Semana da Moda de Nova York, onde desfilou para o estilista Philipp Plein. Na primeira fila, o assistiam Madonna e Carine Roitfeld. Conhecido como o preso mais bonito do mundo, ele posou com a ex-editora da Vogue France para uma foto da qual posteriormente se gabou no seu Instagram, onde tem 760.000 seguidores. “Com minha nova amiga”, escreveu.

O agora modelo começou a ficar famoso um pouco mais de dois anos atrás, quando a foto do seu prontuário policial circulou pelas redes sociais. Meeks foi detido em meados de 2014 e condenado a 27 meses de prisão por assalto à mão armada. A foto da sua ficha policial recebeu 100.000 curtidas e 20.000 comentários em apenas dois dias, tornando-se um sucesso viral. Depois de sair da prisão, o ex-detento assinou contrato com a agência de modelos White Cross Management.

It was great meeting you and your team @carineroitfeld I so look forward to seeing you soon.

Uma publicação partilhada de JEREMY MEEKS (@jmeeksofficial) o

Segundo seu perfil no site da agência, Meeks espera triunfar não só nessa carreira como também na de ator. Até agora, porém, é a primeira dessas duas facetas que vem lhe rendendo trabalhos: em junho do ano passado, dois meses depois de sair da cadeia, Meeks estreou nas passarelas promovendo produtos do time de basquete Golden State Warriors.

ampliar foto
Jeremy Meeks no desfile de Philipp Plein, nesta segunda-feira, em Nova York. AP

Casado e pai de família, Meeks nasceu em Stockton (Califórnia, EUA) há 31 anos. Por mais de uma década foi presença constante nos tribunais, mas isso não o impediu de ostentar seu corpo malhado e ressaltado por numerosas tatuagens de membro de gangue, as quais ele gosta de exibir nas redes sociais.

Seu caso, no entanto, tampouco é único. Mark Wahlberg, protagonista de Transformers: A era da Extinção – além de modelo, rapper e produtor de cinema –, foi detido em 20 ocasiões na juventude, inclusive por uma tentativa de homicídio da qual se declarou culpado; acabou condenado a dois anos de prisão, dos quais cumpriu 45 dias atrás das grades.

MAIS INFORMAÇÕES