Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Papa Francisco recebe avó da Praça de Maio e o neto que ela reencontrou

Mario Bergoglio tem encontro emocionante com Estela de Carlotto no Vaticano

O papa com Estela de Carlotto e seu neto.
O papa com Estela de Carlotto e seu neto. AP

De todas as visitas que o papa Francisco recebe no Vaticano, a de Estela de Carlotto tem um significado especial. Não só porque a presidenta das Avós da Praça de Maio chegou acompanhada de Ignacio Guido, seu neto recém-encontrado depois de 36 anos de buscas, mas também porque no abraço que se deram e no sorriso do Papa foram esquecidas as possíveis dúvidas sobre a atuação do jesuíta Jorge Mario Bergoglio durante os anos da ditadura argentina (1976-1983). Nas palavras de De Carlotto, “foi uma conversa maravilhosa, muito relaxada, com muita franqueza. Foi lindo”.

Em agosto, logo depois da notícia sobre o encontro de Ignacio Guido com a avó, o Papa enviou uma carta a Estella de Carlotto na qual reconhecia o trabalho – e também o sofrimento – das mães e das avós na busca dos bebês roubados durante aqueles anos.

“Obrigada, senhora, por sua luta. Me alegro de coração e peço ao Senhor que lhe retribua por tanta perseverança e trabalho”, escreveu Francisco.

No encontro realizado na quarta-feira, Estela de Carlotto deu de presente ao Papa um lenço com a marca das Avós da Praça de Maio, um CD com músicas compostas por seu neto e uma escultura que representa “os valores da verdade, justiça e memória”, além de várias cartas pessoais escritas por moradores de Olabarría, cidade onde Ignacio mora.

MAIS INFORMAÇÕES