Que livros compravam Simone de Beauvoir, Joyce, Hemingway e Lacan em Paris?

Pesquisadores da Universidade de Princeton vasculham os arquivos digitalizados da histórica livraria Shakespeare and Company para detalhar o perfil leitor de seus clientes mais ilustres

Wolfram Eilenberger: “É perigoso achar que a filosofia ajuda a conseguir a felicidade”

Em seu novo ensaio, lançado há pouco no Brasil, o escritor alemão entrelaça as obras de Benjamin, Wittgenstein, Heidegger e Cassirer