Seleccione Edição
Login
siria

Mulheres inauguram um matriarcado radical no campo sírio de Al Hol

10 fotos

As jihadistas estão sob as ordens de uma 'emir' que controla o local e dita as regras de costumes

  • Zubeifa Ali Ali (37 anos), membro das Forças Sociais de Proteção patrulham as ruas de Qamishli, no nordeste da Síria, em 19 de outubro de 2019. Não longe dali, e aproveitando o caos desencadeado pelo ressurgimento dos combates no nordeste da Síria, as mulheres do Estado Islâmico, conhecido pela sigla ISIS, sustentam um minicalifiado. À frente do grupo, uma mulher, uma emir, que estabelece as regras para viver e vestir no acampamento, recebe informações sobre os movimentos dos guardas e decide os castigos.
    1Zubeifa Ali Ali (37 anos), membro das Forças Sociais de Proteção patrulham as ruas de Qamishli, no nordeste da Síria, em 19 de outubro de 2019. Não longe dali, e aproveitando o caos desencadeado pelo ressurgimento dos combates no nordeste da Síria, as mulheres do Estado Islâmico, conhecido pela sigla ISIS, sustentam um minicalifiado. À frente do grupo, uma mulher, uma emir, que estabelece as regras para viver e vestir no acampamento, recebe informações sobre os movimentos dos guardas e decide os castigos.
  • Criança acompanha mãe em ida ao mercado em campo para famílias do ISIS em Al Hol, no nordeste da Síria, em 19 de outubro de 2019. O local está a 120 quilômetros ao sul da fronteira turca e a sete da divisa com o Iraque e abriga 75.000 pessoas. Em apenas sete meses, as radicais conseguiram estabelecer uma estrutura interna complexa.
    2Criança acompanha mãe em ida ao mercado em campo para famílias do ISIS em Al Hol, no nordeste da Síria, em 19 de outubro de 2019. O local está a 120 quilômetros ao sul da fronteira turca e a sete da divisa com o Iraque e abriga 75.000 pessoas. Em apenas sete meses, as radicais conseguiram estabelecer uma estrutura interna complexa.
  • A jihadista russa Fatima (33 anos), diante de sua loja no campo para famílias do ISIS em Al Hol, na Síria.
    3A jihadista russa Fatima (33 anos), diante de sua loja no campo para famílias do ISIS em Al Hol, na Síria.
  • As forças de segurança foram reduzidas em dois terços no campo para famílias do ISIS de AL Hol, para poder fazer frente à ofensiva turca.
    4As forças de segurança foram reduzidas em dois terços no campo para famílias do ISIS de AL Hol, para poder fazer frente à ofensiva turca.
  • A cada mês há dois assassinatos no campo para famílias do ISIS de Al Hol, onde as radicais instauraram uma corte penal islâmica e organizaram grupos para apunhalar aos guardas curdos.
    5A cada mês há dois assassinatos no campo para famílias do ISIS de Al Hol, onde as radicais instauraram uma corte penal islâmica e organizaram grupos para apunhalar aos guardas curdos.
  • As forças de segurança curdas temem que as células ativas no deserto que leva ao campo para famílias do ISIS em Al Hol, próximo da fronteira iraquiana, tentem uma operação para a fuga das jihadistas.
    6As forças de segurança curdas temem que as células ativas no deserto que leva ao campo para famílias do ISIS em Al Hol, próximo da fronteira iraquiana, tentem uma operação para a fuga das jihadistas.
  • As jihadistas sírias e iraquianas desfrutam de maior liberdade de movimento que as estrangeiras e têm acesso a um mercado dentro do campo.
    7As jihadistas sírias e iraquianas desfrutam de maior liberdade de movimento que as estrangeiras e têm acesso a um mercado dentro do campo.
  • Criança doente é levada para ser tratada no hospital de campanha do campo para famílias do ISIS de Al Hol, na Síria.
    8Criança doente é levada para ser tratada no hospital de campanha do campo para famílias do ISIS de Al Hol, na Síria.
  • O campo para famílias do ISIS da o Hol, ao nordeste de síria alberga a 75.000 pessoas das quais 10.000 são mulheres e crianças estrangeiras e o resto, sírios e iraquianos.
    9O campo para famílias do ISIS da o Hol, ao nordeste de síria alberga a 75.000 pessoas das quais 10.000 são mulheres e crianças estrangeiras e o resto, sírios e iraquianos.
  • O hospital da localidade síria de Al Hol foi ampliado para acolher tumbas sem nome das dúzias de mortos registrados no campo.
    10O hospital da localidade síria de Al Hol foi ampliado para acolher tumbas sem nome das dúzias de mortos registrados no campo.