Seleccione Edição
Login
Notícia patrocinada
Mãos que salvam bebês

Mãos que salvam bebês

13 fotos

Todos os dias, no mundo, morrem 7.000 crianças em seu primeiro mês de vida. Muitos pais não nomeiam seus filhos porque temem não sobreviver. A campanha #UmNomeUmaVida da UNICEF procura fornecer os suprimentos e recursos médicos necessários para evitar essas mortes e remover as crianças do anonimato forçado

  • Este bebê nasceu de cesárea por conta do quadro epilético da mãe que sofreu com vários problemas durante o parto. Ambas sobreviveram graças à Mama Wasi, uma casa de espera para mulheres grávidas, especialmente em áreas rurais e remotas, onde as mães podem descansar e esperar confortavelmente pelo momento do parto. A UNICEF ajudou a construir o primeiro Mama Wasi no Peru em 1999 e recomendou que o governo do país os incluísse em seu sistema de saúde pública.
    1Priscilla / 7 dias de vida / Peru Este bebê nasceu de cesárea por conta do quadro epilético da mãe que sofreu com vários problemas durante o parto. Ambas sobreviveram graças à Mama Wasi, uma casa de espera para mulheres grávidas, especialmente em áreas rurais e remotas, onde as mães podem descansar e esperar confortavelmente pelo momento do parto. A UNICEF ajudou a construir o primeiro Mama Wasi no Peru em 1999 e recomendou que o governo do país os incluísse em seu sistema de saúde pública.
  • A vida de Youssouf foi salva graças ao o Centro Comunitário de Saúde Koumatou, lugar onde o bebê nasceu, contar com um poço de água potável construído pela UNICEF. Antes da sua construção, as crianças adoeciam com frequência e tinham que ser tratadas com antibióticos em tenra idade. 80% das mortes prematuras entre os recém-nascidos ocorrem na África subsaariana e no sul da Ásia.
    2Youssouf / 24 dias de vida / Malí A vida de Youssouf foi salva graças ao o Centro Comunitário de Saúde Koumatou, lugar onde o bebê nasceu, contar com um poço de água potável construído pela UNICEF. Antes da sua construção, as crianças adoeciam com frequência e tinham que ser tratadas com antibióticos em tenra idade. 80% das mortes prematuras entre os recém-nascidos ocorrem na África subsaariana e no sul da Ásia.
  • Esta criança nasceu saudável, algo que não aconteceu com sua irmã mais velha, vítima desde muito cedo de icterícia, infecções de pele e resfriados constantes. O caso de Uuriintsolmon é diferente graças ao treinamento que sua mãe recebeu da Unicef ​​sobre como cuidar de seu bebê em casa. Objetos pequenos, como mosquiteiros, cobertores térmicos ou antibióticos, salvariam 5.600 recém-nascidos todos os dias.
    3Uuriintsolmon / 14 dias de vida / Mongolia Esta criança nasceu saudável, algo que não aconteceu com sua irmã mais velha, vítima desde muito cedo de icterícia, infecções de pele e resfriados constantes. O caso de Uuriintsolmon é diferente graças ao treinamento que sua mãe recebeu da Unicef ​​sobre como cuidar de seu bebê em casa. Objetos pequenos, como mosquiteiros, cobertores térmicos ou antibióticos, salvariam 5.600 recém-nascidos todos os dias.
  • Em junho de 2011, a UNICEF, em colaboração com o Governo do Bangladesh, começou a oferecer assistência neonatal através da Unidade de Cuidados Especiais para Recém-Nascidos de Dhaka, a capital do país. Nele, Masnun foi tratado com os devidos cuidados após ter nascido prematuramente. Este caso é um dos que colaboram para que a taxa de mortalidade neonatal no mundo fosse reduzida no leste da Ásia em 84% entre 1990 e 2017.
    4Masnun / 8 semanas de vida / Bangladés Em junho de 2011, a UNICEF, em colaboração com o Governo do Bangladesh, começou a oferecer assistência neonatal através da Unidade de Cuidados Especiais para Recém-Nascidos de Dhaka, a capital do país. Nele, Masnun foi tratado com os devidos cuidados após ter nascido prematuramente. Este caso é um dos que colaboram para que a taxa de mortalidade neonatal no mundo fosse reduzida no leste da Ásia em 84% entre 1990 e 2017.
  • A malária é uma das doenças que mais mata bebês. O Malado nasceu saudável e sem complicações graças à água limpa e ao treinamento de higiene fornecido pela UNICEF à sua família. Mas isso é a exceção, seus irmãos mais velhos, de quatro e dois anos de idade, foram infectados. Na África Subsaariana, países como a República Centro-Africana ou o Sudão do Sul apresentam as taxas mais altas de mortalidade neonatal (uma em 24 e uma em 25, respectivamente). Na Espanha, essa taxa é reduzida para uma em cada 588
    5Malado / 16 dias de vida / Malí A malária é uma das doenças que mais mata bebês. O Malado nasceu saudável e sem complicações graças à água limpa e ao treinamento de higiene fornecido pela UNICEF à sua família. Mas isso é a exceção, seus irmãos mais velhos, de quatro e dois anos de idade, foram infectados. Na África Subsaariana, países como a República Centro-Africana ou o Sudão do Sul apresentam as taxas mais altas de mortalidade neonatal (uma em 24 e uma em 25, respectivamente). Na Espanha, essa taxa é reduzida para uma em cada 588
  • Para algumas mulheres grávidas, as distâncias aos centros de saúde no Peru são insuperáveis. No caso de Yamilet, sua mãe estava prestes a dar à luz dentro do carro, quando finalmente conseguiu chegar a uma cama de hospital. Lá, o treinamento da equipe médica foi crucial para garantir a sobrevivência de Yamilet. A maioria dessas mortes se deve a partos prematuros, complicações durante o parto ou infecções como sepse, pneumonia ou meningite.
    6Yamilet / 5 semanas de vida / Peru Para algumas mulheres grávidas, as distâncias aos centros de saúde no Peru são insuperáveis. No caso de Yamilet, sua mãe estava prestes a dar à luz dentro do carro, quando finalmente conseguiu chegar a uma cama de hospital. Lá, o treinamento da equipe médica foi crucial para garantir a sobrevivência de Yamilet. A maioria dessas mortes se deve a partos prematuros, complicações durante o parto ou infecções como sepse, pneumonia ou meningite.
  • A vida de Mamadou é um exemplo claro de como o material sanitário adequado é necessário para salvar vidas. O parto foi complicado e após quase 24 horas, sua mãe parou de ter força para empurrar. O bebê nasceu com a ajuda de uma ventosa porque a mãe foi acometida por várias doenças ao longo da gravidez.
    7Mamadou / 7 dias de vida / Malí A vida de Mamadou é um exemplo claro de como o material sanitário adequado é necessário para salvar vidas. O parto foi complicado e após quase 24 horas, sua mãe parou de ter força para empurrar. O bebê nasceu com a ajuda de uma ventosa porque a mãe foi acometida por várias doenças ao longo da gravidez.
  • Essas duas meninas foram vacinadas contra a pólio no mesmo dia em que nasceram. Eles fizeram isso em Bougouni, a 45 graus de temperatura ambiente. Nestes casos, não é só essencial ter as vacinas, como estas também devem estar guardadas em refrigeradores, como os que a UNICEF implantou nesta na região.
    8Foune e Wassa / 1 dia de vida / Malí Essas duas meninas foram vacinadas contra a pólio no mesmo dia em que nasceram. Eles fizeram isso em Bougouni, a 45 graus de temperatura ambiente. Nestes casos, não é só essencial ter as vacinas, como estas também devem estar guardadas em refrigeradores, como os que a UNICEF implantou nesta na região.
  • Nesta pequeno frasco contém uma vacina contra a poliomielite, uma doença que pode ser fatal entre os recém-nascidos. Por um euro, a UNICEF pode vacinar duas crianças e, graças à sua aplicação, os casos de poliomielite foram reduzidos em 350.000 entre 1988 e 2017. Entretanto, países como Afeganistão, Nigéria e Paquistão ainda não conseguiram erradicá-la.
    9Vacina contra a poliomelitis Nesta pequeno frasco contém uma vacina contra a poliomielite, uma doença que pode ser fatal entre os recém-nascidos. Por um euro, a UNICEF pode vacinar duas crianças e, graças à sua aplicação, os casos de poliomielite foram reduzidos em 350.000 entre 1988 e 2017. Entretanto, países como Afeganistão, Nigéria e Paquistão ainda não conseguiram erradicá-la.
  • Na imagem uma solução que combina cinco vacinas individuais em uma única aplicação. Seu desenvolvimento visa proteger os pequenos de influenza tipo B (bactérias que causam meningite, pneumonia e otite), hepatite B, difteria, coqueluche e tétano. De fato, os recém-nascidos infectados pela última doença têm uma probabilidade de morte de 80%, o que contrasta com o fato de que, por dois euros, quatro mães podem ser vacinadas contra ela.
    10Vacina pentavalente Na imagem uma solução que combina cinco vacinas individuais em uma única aplicação. Seu desenvolvimento visa proteger os pequenos de influenza tipo B (bactérias que causam meningite, pneumonia e otite), hepatite B, difteria, coqueluche e tétano. De fato, os recém-nascidos infectados pela última doença têm uma probabilidade de morte de 80%, o que contrasta com o fato de que, por dois euros, quatro mães podem ser vacinadas contra ela.
  • Praticamente banida do mundo ocidental, a tuberculose continua sendo uma das doenças mais infecciosas, porque é transmitida pelo ar. Nos países onde é comum, recomenda-se uma dose nas primeiras horas de bebês saudáveis recém-nascidos. Uma medida simples, mas também econômica: com 20 euros, a UNICEF pode vacinar 105 crianças contra ela.
    11Praticamente banida do mundo ocidental, a tuberculose continua sendo uma das doenças mais infecciosas, porque é transmitida pelo ar. Nos países onde é comum, recomenda-se uma dose nas primeiras horas de bebês saudáveis recém-nascidos. Uma medida simples, mas também econômica: com 20 euros, a UNICEF pode vacinar 105 crianças contra ela. UNICEF
  • Um objeto tão básico pode fazer a diferença entre a vida e a morte de recém nascidos em países onde as taxas de nascimento prematuro são muito altas, já que as crianças não são fortes o suficiente para respirarem sozinhas. Com 80 euros, o UNICEF pode fornecer três kits de reanimação para bebês.
    12Respirador manual Um objeto tão básico pode fazer a diferença entre a vida e a morte de recém nascidos em países onde as taxas de nascimento prematuro são muito altas, já que as crianças não são fortes o suficiente para respirarem sozinhas. Com 80 euros, o UNICEF pode fornecer três kits de reanimação para bebês.
  • Com este equipamento médico básico, o pessoal de saúde treinado pela UNICEF pode assistir a uma média de 50 entregas naturais. É um kit projetado para que mães e crianças possam ser cuidadas em lugares remotos e até mesmo em emergências. No entanto, outras opções muito mais simples também ajudam: por exemplo, o uso de uma barra de sabão para higienização ainda é raridade em muitos lugares, embora já tenha sido demonstrado que a falta de higiene causa uma mortalidade muito alta, especialmente em crianças. Com cinco euros, o UNICEF pode fornecer 25 barars de sabão para a população que precisa deles.
    13'Kit' de parto Com este equipamento médico básico, o pessoal de saúde treinado pela UNICEF pode assistir a uma média de 50 entregas naturais. É um kit projetado para que mães e crianças possam ser cuidadas em lugares remotos e até mesmo em emergências. No entanto, outras opções muito mais simples também ajudam: por exemplo, o uso de uma barra de sabão para higienização ainda é raridade em muitos lugares, embora já tenha sido demonstrado que a falta de higiene causa uma mortalidade muito alta, especialmente em crianças. Com cinco euros, o UNICEF pode fornecer 25 barars de sabão para a população que precisa deles.