Seleccione Edição
Login

O cansaço de uma mãe sem dormir, explicado para o marido em oito desenhos

“Acredito que esses rascunhos se conectam com as mães porque é difícil explicar o cansaço se você não passou por isso”

Aurora tem 5 meses de idade. No fim de semana de 6 e 7 de outubro, teve uma noite em que dormiu pouco. E sua mãe, Mattea Goff, não dormiu nada. Na manhã seguinte, seu marido lhe perguntou por que estava de tanto mau humor. "Eu quase não conseguia encontrar palavras para expressar aquilo", diz Goff no Facebook, onde publicou os desenhos que fez para explicar como a noite anterior havia sido ruim. A postagem foi compartilhada mais de 200.000 vezes em duas semanas desde 11 de outubro. E ela tem mais pouco mais de uma centena amigos na rede social.

No fim de semana passado foi difícil encontrar palavras (talvez porque não tivesse dormido nada) para dizer a Kris por que não estava de bom humor logo de manhã. Então me sentei com meu café e fiz um desenho.

No fim de semana passado foi difícil encontrar palavras (talvez porque não tivesse dormido nada) para dizer a Kris por que não estava de bom humor logo de manhã. Então me sentei com meu café e fiz um desenho.

Nos comentários do post do Facebook, há milhares de pessoas marcando outras. Os desenhos refletem situações com as quais muitas mães estão acostumadas. "Comecei a desenhar um rascunho e se tornou muito mais", diz Goff, residente no Estado do Texas, EUA, em entrevista à rede de televisão ABC. Esta é a crônica da noite que passou em claro, em oito desenhos em cinco fotos:

- Mamilos inúteis.

- 2 horas depois. - Realmente tenho de cortar suas unhas.

- Mamilos ainda inúteis.

- Bem, tenho que limpar isto. - Chute, chute.

- Estou congelando. Por que está tão suada? - Bom dia, querida. Não é ótimo dormir? Vamos nos aconchegar.

- Ainda completamente inúteis.

Seu marido, Kris Goff, passa a noite toda dormindo. Nas entrevistas que deu à mídia norte-americana, Goff assegura que o parceiro também ajuda na criação do bebê e de sua outra filha, de 5 anos.

"Estou apenas dando o peito. Foi minha escolha", acrescenta a mãe na entrevista à ABC sobre aquela noite. No entanto, várias das tarefas mostradas nos desenhos podem ser feitas mesmo que uma pessoa não esteja amamentando.

Goff disse ao site BuzzFeed que muitas mães estão se reconhecendo na ilustrações porque refletem situações cotidianas: "Acredito que esses rascunhos se conectam com as mães porque é difícil explicar o cansaço se você não passou por isso. Mas, quando é capaz de transmiti-lo com imagens, é algo fácil de compartilhar caso as palavras não saiam".

Os virais sobre crianças são um clássico da internet. Mães e pais se identificam com uma determinada publicação, e é comum que a compartilhem em suas redes sociais. Outro exemplo recente é a carta Querido Marido. Uma mãe pedia que seu parceiro fizesse sua parte nas tarefas domésticas: "Estou lhe dizendo o quanto preciso de você e, se eu continuar nesse ritmo, vou entrar em colapso. E isso prejudicaria você, as crianças e nossa família".

MAIS INFORMAÇÕES