COPA DO MUNDO 2018

As 11 cidades da Rússia sedes da Copa do Mundo 2018

De Moscou e São Petersburgo à elitista Sochi ou à cidade natal de Kant

prisa

Doze estádios de 11 cidades — Moscou, Samara, Kaliningrado, Kazan, Nijni Novgorod, Rostov-na-Donu, São Petersburgo, Saransk, Sochi, Volgogrado e Ekaterimburgo — espalhadas entre o Cáucaso e o Mar Báltico sediarão, entre 14 de junho e 15 de julho, a Copa do Mundo 2018.

1. Moscou

Metrópole de mais de 12 milhões de habitantes com um dos metrôs mais suntuosos do mundo. Essencial: a boêmia Rua Arbat, o Parque Gorky, a extraordinária Galeria Tretyakov e o Museu Pushkin. E a imensa Praça Vermelha, emoldurada pelos muros do Kremlin, a Catedral de São Basílio, o edifício do Museu de História e o centro de compras GUM.

prisa

2. São Petersburgo

Além de sua beleza arquitetônica, a antiga capital imperial dos czares permite acompanhar os principais eventos da história do século XX, em lugares como o Palácio de Inverno, onde há pouco mais de um século eclodiu a revolução bolchevique e abriga desde então o museu Ermitage, um dos mais importantes do mundo.

prisa

3. Kaliningrado

A antiga e alemã Königsberg onde nasceu o filósofo Immanuel Kant. Visitas: Museu do Mundo do Oceano e Museu do Âmbar.

prisa

4. Nijny Novgorod

Conhecida como Gorky na era soviética, fica a menos de quatro horas de trem de Moscou. Essencial: seu Kremlin, uma imponente fortaleza do século XVI com quatro portões e 13 torres, e a escadaria Chkalovskaya, em forma de oito e com 560 degraus à beira do Volga.

prisa

5. Volgogrado

A antiga Stalingrado se estende por 65 quilômetros na margem direita do rio mais longo da Europa. Reduzida a escombros na Segunda Guerra Mundial, foi reconstruída no mais puro estilo stalinista, uma espécie de neoclassicismo monumental.

prisa

6. Ekaterimburgo

Cidade mineradora e industrial onde os revolucionários bolcheviques executaram o czar Nicolau II e sua família. Essencial: Igreja da Catedral do Sangue Derramado, construída no local onde a família Romanov foi assassinada; o museu Geomineral, com uma coleção única de rochas e minerais; a Casa Sevastyanov (foto), um luxuoso palacete kitsch e o cemitério dos mafiosos.

prisa

7. Sochi

Sochi é uma popular estância de férias na costa nordeste do Mar Negro, a única cidade da Rússia com clima subtropical.

prisa

8. Rostov-na-Donu

Capital dos cossacos do Rio Don, a casta guerreira que defendeu as fronteiras da Rússia durante séculos. Para visitar: a fortaleza Liventsovskaya, passeio fluvial e o monumento ao Prêmio Nobel de Literatura Mikhail Sholokhov, autor de O Plácido Don, que nasceu perto dali.

prisa

9. Saransk

A capital da república russa de Mordóvia é a menor sede, e tem como epicentro a Praça Sovetskaya, onde serão instalados os telões da FanFest para acompanhar os jogos ao vivo.

prisa

10. Samara

Com pouco mais de um milhão de habitantes, Samara é o principal centro da indústria aeroespacial russa. O que ver: o bunker subterrâneo de Stalin, o monumento à nave espacial Soyuz 1 (a do primeiro voo espacial tripulado) e o parque natural de Jigulevskie.

prisa

11. Kazan

A capital do Tartaristão (1,2 milhão de habitantes), localizada na confluência dos rios Volga e Kazanka. Essencial: o seu Kremlin, reconhecido como Patrimônio Mundial da Unesco.

prisa

Arquivado Em: