Seleccione Edição
Login
Fotógrafo Bruno Barbey regressa a Maio de 68
Magnum Photos / Contacto
17 fotos

Fotógrafo Bruno Barbey regressa a Maio de 68

Cinquenta anos depois, fotógrafo francês da agência Magnum volta aos cenários de Paris que ele retratou durante o período

Ir para a notícia Regresso a Maio de 68
  • Manifestantes atacam policiais franceses com paus, barras e projéteis de aço em pleno bulevar Saint-Germain, em frente ao bar La Rhumerie (o do toldo), um de seus pontos de reunião.
    1Bulevar Saint-Germain, 1968 Manifestantes atacam policiais franceses com paus, barras e projéteis de aço em pleno bulevar Saint-Germain, em frente ao bar La Rhumerie (o do toldo), um de seus pontos de reunião. Magnum Photos / Contacto
  • Bar La Rhumerie, um dos pontos de reunião dos manifestantes em Maio de 68, fotografado há poucas por Bruno Barbey.
    2Bulevar Saint-Germain, 2018 Bar La Rhumerie, um dos pontos de reunião dos manifestantes em Maio de 68, fotografado há poucas por Bruno Barbey. Magnum Photos / Contacto
  • Em 14 de maio de 1968, já em plena crise das salas de aula, os estudantes ocupam o grande pátio da Universidade de Sorbonne junto à estátua de Pasteur.
    3Pátio da Sorbona, 1968 Em 14 de maio de 1968, já em plena crise das salas de aula, os estudantes ocupam o grande pátio da Universidade de Sorbonne junto à estátua de Pasteur. Magnum Photos / Contacto
  • O grande pátio da Universidade de Sorbonne, na atualidade. Este local foi ocupado pelos estudantes em Maio de 68.
    4Pátio da Sorbona, 2018 O grande pátio da Universidade de Sorbonne, na atualidade. Este local foi ocupado pelos estudantes em Maio de 68. Magnum Photos / Contacto
  • Um manifestante dá instruções a seus colegas diante do café La Pergola, um dos pontos de encontro dos estudantes.
    5Café La Pergola, 1968 Um manifestante dá instruções a seus colegas diante do café La Pergola, um dos pontos de encontro dos estudantes. Magnum Photos / Contacto
  • O antigo café La Pergola, um dos pontos de encontro dos estudantes em Maio de 68, se converteu hoje em uma loja de roupa.
    6Café La Pergola, 2018 O antigo café La Pergola, um dos pontos de encontro dos estudantes em Maio de 68, se converteu hoje em uma loja de roupa. Magnum Photos / Contacto
  • Estragos na Rue Gay-Lussac de Paris, uma das mais castigadas pelos distúrbios.
    7Rue Gay-Lussac, 1968 Estragos na Rue Gay-Lussac de Paris, uma das mais castigadas pelos distúrbios. Magnum Photos / Contacto
  • A Rue Gay-Lussac de Paris foi uma das ruas mais castigadas pelos distúrbios em Maio de 68. Hoje está bastante mais tranquila.
    8Rue Gay-Lussac, 2018 A Rue Gay-Lussac de Paris foi uma das ruas mais castigadas pelos distúrbios em Maio de 68. Hoje está bastante mais tranquila. Magnum Photos / Contacto
  • O Instituto de Ciências Políticas, cheio de cartazes: um local de encontro e de conversa ideológica em Maio de 68.
    9Ciências Políticas, 1968 O Instituto de Ciências Políticas, cheio de cartazes: um local de encontro e de conversa ideológica em Maio de 68. Magnum Photos / Contacto
  • O Instituto de Ciências Políticas foi um local de encontro em Maio de 68. O local pouco mudou nestes cinquenta anos.
    10Ciências Políticas, 2018 O Instituto de Ciências Políticas foi um local de encontro em Maio de 68. O local pouco mudou nestes cinquenta anos. Magnum Photos / Contacto
  • 5 de abril de 1968. As manifestações ainda não estouraram em Paris, mas se preparam. Os estudantes reúnem-se, debatem e inclusive dormem nos bancos do Anfiteatro Richelieu, a sala de aula magna de Sorbonne.
    11Anfiteatro Richelieu, 1968 5 de abril de 1968. As manifestações ainda não estouraram em Paris, mas se preparam. Os estudantes reúnem-se, debatem e inclusive dormem nos bancos do Anfiteatro Richelieu, a sala de aula magna de Sorbonne. Magnum Photos / Contacto
  • No Anfiteatro Richelieu, a sala de aula magna de Sorbonne, centenas de estudantes se concentraram em 1968. Na foto, o mesmo palco retratado há poucos dias.
    12Anfiteatro Richelieu, 2018 No Anfiteatro Richelieu, a sala de aula magna de Sorbonne, centenas de estudantes se concentraram em 1968. Na foto, o mesmo palco retratado há poucos dias. Magnum Photos / Contacto
  • Uma das fotografias mais célebres de Bruno Barbey, que mostra o caos da Rue Gay-Lussac depois de uma noite de manifestações.
    13Rue Gay-Lussac, 1968 Uma das fotografias mais célebres de Bruno Barbey, que mostra o caos da Rue Gay-Lussac depois de uma noite de manifestações. Magnum Photos / Contacto
  • Uma das fotografias mais célebres de Bruno Barbey em Maio de 68 mostrava o caos da Rue Gay-Lussac, em pleno Bairro Latino de Paris. Esta é a foto do mesmo ponto há poucos dias atrás.
    14Rue Gay-Lussac, 2018 Uma das fotografias mais célebres de Bruno Barbey em Maio de 68 mostrava o caos da Rue Gay-Lussac, em pleno Bairro Latino de Paris. Esta é a foto do mesmo ponto há poucos dias atrás. Magnum Photos / Contacto
  • Aqui resistiu até 12 de junho a última barricada levantada pelos manifestantes de Maio de 68.
    15Rua da Faculdade de Medicina, 1968 Aqui resistiu até 12 de junho a última barricada levantada pelos manifestantes de Maio de 68. Magnum Photos / Contacto
  • Aqui resistiu até 12 de junho a última barricada levantada pelos manifestantes de Maio de 68. Os turistas e alguns estudantes seguem visitando o local.
    16Rua da Faculdade de Medicina, 2018 Aqui resistiu até 12 de junho a última barricada levantada pelos manifestantes de Maio de 68. Os turistas e alguns estudantes seguem visitando o local. Magnum Photos / Contacto
  • Aos 76 anos, o fotógrafo francês voltou, meio século depois, aos mesmos locais que fotografou em Maio de 68. Aqui, retratado no grande pátio de Sorbonne.
    17Bruno Barbey Aos 76 anos, o fotógrafo francês voltou, meio século depois, aos mesmos locais que fotografou em Maio de 68. Aqui, retratado no grande pátio de Sorbonne.