Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Ataque de hackers tira ‘Despacito’ do YouTube

Além do hit de Luis Fonsi, foram atingidos também clipes de artistas como Shakira, Selena Gómez e Drake

Luis Fonsi 'Despacito'
O músico puertorriqueño, Luis Fonsi, em um encontro com a Agência Efe, nesta terça-feira em Madri. EFE

Um grupo de hackers apagou o clipe de Despacito, hit do cantor Luis Fonsi, da página dele no YouTube, colocando em seu lugar durante algumas horas uma imagem dos ladrões da série espanhola La Casa de Papel, de modo que era impossível ver ou ouvir a vídeo musical mais visto da história dessa plataforma, com mais de cinco bilhões de reproduções.

Vários outros artistas foram afetados pelo ataque cibernético, incluindo Shakira, Selena Gómez, Drake e Taylor Swift, segundo informou a emissora britânica BBC. Os hackers, que usam os apelidos Prosox e Kuroi’sh, escreveram a frase Free Palestine (“Palestina livre”) sob os vídeos.

Há poucos dias, Luis Fonsi comentou que essa canção, o maior sucesso da sua carreira, tem tamanha exposição que pode se desgastar. “As pessoas talvez se cansem de Despacito, mas eu não", disse.

A conta oficial dos Hackers no Twitter não tardou a comunicar o fato, segundo a agência Europa Press: “Notícia: conta LuisFonsiVEVO no YouTube foi hackeada. O autor do ataque acaba de substituir o título e o thumbnail da canção Despacito, o vídeo mais visto do YouTube, com mais de cinco bilhões de exibições”. Kuroi'sh é o mesmo hacker que invadiu duas contas do Twitter na semana passada.

MAIS INFORMAÇÕES