Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

15 iluminações de Natal alucinantes

De Málaga a Praga e de Copenhague à italiana Salerno, os criadores da luminotécnica dão asas à imaginação nas cidades europeias

  • Natal 2017
    1Vilna (Lituânia) O momento de acender as luzes da Árvore de Natal da Praça da Catedral da Cidade Velha de Vilna (foto) é uma tradição que reúne moradores e visitantes na capital da Lituânia. Trata-se de uma enorme estrutura de metal coberta com galhos de coníferas e do que sobra das podas florestais, adornada com 900 figuras e 70.000 lâmpadas, que transformam o conjunto numa das árvores natalinas mais brilhantes da Europa. Tanto que os passageiros dos aviões podem vê-la facilmente antes de aterrissar no aeroporto. Ficará acesa até 7 de janeiro e pode ser apreciada do trem de Natal que percorre lugares os festivos da cidade.
  • Natal 2017
    2Copenhague (Dinamarca) Os famosos Jardins Tivoli (na imagem), com suas montanhas russas, carrosséis e espetáculos, integram um dos epicentros do Natal em Copenhague. Este parque de diversões (tivoligardens.com), que funciona desde meados do século XIX no coração da capital dinamarquesa, se enche de luz nesta ocasião e abriga um mercado com lojas de presentes e artigos natalinos, exibindo seu lago transformado numa bonita pista de patinação no gelo. Até 31 de dezembro, mantém um programa festivo que inclui impressionantes shows de fogos de artifício em 25, 26 e 30 de dezembro, além do réveillon. visitcopenhagen.com
  • Natal 2017
    3Madri (Espanha) Durante o Natal deste ano, a iluminação da rua de Alcalá, da praça Cibeles até a Porta de Alcalá (foto) evocará o céu de Madri apinhado de estrelas; a da rua Serrano representará diferentes tecidos, “em homenagem à rua da moda”, como informa a Prefeitura. A iluminação será vista a partir das 18h, até 6 de janeiro. Este ano haverá mais espaços iluminados, mas o núcleo festivo continua nos arredores de Alcalá, Gran Vía, Sol e Plaza Mayor, com seu tradicional mercado. O Naviluz, ônibus de Natal, percorre as principais ruas do centro e permite curtir o espetáculo.
  • Natal 2017
    4Paris (França) Mais 'Cidade Luz' do que nunca por causa do Natal, Paris faz brilhar seus principais monumentos – Palácio Garnier, Torre Eiffel, Palácio dos Inválidos, Louvre – desde meados de novembro. Até 8 de janeiro, ficarão acesas as emblemáticas luzes da avenida Champs Élysées, do Arco do Triunfo até a praça da Concórdia, com uma chuva de estrelas cadentes decorando suas 400 árvores. Somam-se a elas as luzes da avenida Montaigne, da praça Vendôme e do bairro de Montmartre... Um ônibus sem teto percorre esse trajeto, com bebida quente e cobertor de cortesia. Getty
  • Natal 2017
    5Londres (Inglaterra) “Admire as luzes de Natal de Londres”, diz o site da Secretaria de Turismo da capital britânica (visitlondon.com). As famosas luzes da Regent Street e da Oxford Street; as que resplandecem nas comerciais Carnaby e Bond Street; as que integram as decorações festivas de Covent Garden; as que piscam na Árvore de Natal da Trafalgar Square; e as que desenham figuras brilhantes inspiradas na estátua de Anteros, o deus grego do amor correspondido, em Picadilly. Até 31 de dezembro, The Shard, o arranha-céu mais alto da União Europeia (até agora), ilumina o horizonte com seu espetáculo. AFP
  • Natal 2017
    6Nice (França) A Villa de Noel, em Nice, reconstrói uma cidade de montanha digna de um cartão postal em pleno centro, no Jardim Alberto I: cerca de 70 choupanas oferecem produtos de artesanato local, presentes e especialidades gastronômicas da região, como a socca; um engenho; um carrossel; e uma pista de patinação. Tudo iluminado de forma abundante e alegre, com lâmpadas e canções de Natal. Para o fim de ano, esta cidade da Costa Azul francesa preparou um Natal cósmico: uma iluminação temática inspirada na conquista do espaço que acenderá praças e avenidas, transformando o famoso Passeio dos Ingleses num enorme espetáculo de luz e cor. Getty
  • Natal 2017
    7Bruxelas (Bélgica) O engenho da praça de Santa Catarina observa, iluminado, como Bruxelas e seus principais monumentos começam a brilhar já no final de novembro. A capital belga vive seus Prazeres de Inverno (Plaisirs d'hiver), nome do mercado natalino que ano após ano ganhava mais expositores espalhados pelo centro da cidade: em 2017, começou em 24 de novembro com o acendimento da enorme Árvore decorada da Grande Praça (foto), que toda noite oferece um espetáculo audiovisual. Termina em 31 de dezembro. O engenho, juntamente com a pista de patinação ao ar livre, continuará funcionando até 7 de janeiro. visit.brussels
  • Natal 2017
    8Berlim (Alemanha) Várias empresas organizam tours para conhecer a iluminação festiva de Berlim. Brilhos, enfeites e uma infinidade de jogos de luz. O Weihnachtszauber, mercado de Natal da praça Gendarmenmarkt (foto), um dos mais populares da capital alemã, aparece como uma pequena cidade de tendas decoradas com mais de 1.000 luzes. Seu ambiente acolhedor atrai todo ano cerca de 60.000 visitantes do mundo inteiro. É uma das principais atrações do Natal de Berlim, assim como o mercado no centro histórico de Spandau, o maior, e o nostálgico do Palácio da Ópera, com artesãos do mundo todo, atrações da feira e pratos típicos. visitBerlin
  • Natal 2017
    9Málaga (Espanha) Todo dia, às 18h30 e às 21h30, uma multidão se reúne na praça da Constituição (com uma das quatro árvores de 18 metros de altura instaladas) e na rua Larios de Málaga para curtir um espetáculo natalino de luz e som: lampejos ao ritmo de Christmas Festival, da The Boston Pops Orchestra; Wizards in Winter, da Trans-Siberian Orchestra; e Feliz Navidad, de Boney M. Em 2017-18, a decoração é inspirada a Basílica de Málaga, com duas cúpulas em forma de catedral gótica e rosáceas de cores vibrantes, em que o dourado é o tom predominante.
  • Natal 2017
    10Barcelona (Espanha) Em 23 de novembro, Barcelona viveu um emotivo acendimento de sua iluminação de Natal na Rambla (foto) para prestar homenagem às vítimas do atentado terrorista de 17 de agosto deste ano. A partir desse dia e até 6 de janeiro, a Cidade Condal resplandece. Carrer Rosselló, Gran Vía, Aragó, Torre Agbar... No total, mais de cem quilômetros de ruas iluminadas; um epicentro festivo localizado na praça da Catalunha, com atividades, oficinas, espetáculos, arte urbana; e uma feira de Natal, a de Santa Luzia, na Pla de la Seu, na avenida da Catedral, igualmente colorida e luminosa.
  • Natal 2017
    11Praga (República Checa) A bem cuidada e abundante decoração luminosa exerce um papel fundamental na atmosfera especial dos mercados natalinos de Praga, que figuram entre os mais bonitos do mundo e estarão abertos até 6 de janeiro. O da Praça da Cidade Velha (foto) tem como destaque uma enorme Árvore que é levada todos os anos a este lugar especial da República Checa; sua montagem demandou 12 quilômetros de fios e 121.000 pontos de luz, que dançam em shows diários de animação musical. A passarela situada no meio da praça foi ampliada para oferecer aos visitantes uma vista panorâmica do mercado.
  • Natal 2017
    12Salerno (Itália) Salerno se ilumina no Natal com Luci d’Artista (Luzes dos Artistas, na foto): uma série de exibições, performances e instalações de luz que se acendem nas ruas, praças e parques desta cidade do sul da Itália. Até 21 de janeiro de 2018, a Villa Comunale é uma Arca de Noé cheia de animais luminosos; a piazza Flavio Gioia se transforma num reino marinho dominado pelo tridente de Netuno. E, na piazza Sant'Agostino, o Mar Mediterrâneo da costa Amalfitana não apenas se vê representado através de efeitos ópticos, mas também é sentido com o aroma de limão que impregna o ar.
  • Natal 2017
    13Viena (Áustria) Em 25 de novembro, primeiro sábado do advento, as ruas de Viena exibiram sua esplendorosa iluminação de Natal, aumentando o ambiente festivo já iniciado com os tradicionais mercados. Muitos deles abriram na segunda ou na terceira semana de novembro. No de Christkindlmarkt, instalado na praça da Prefeitura até 26 de dezembro e autêntico ponto nevrálgico nesta data, as festas não apenas brilham mas também são embaladas por canções de Natal interpretadas por coros internacionais e trompetes em frente à grande Árvore decorada no meio da praça.
  • Natal 2017
    14Amsterdã (Holanda) Durante o Festival da Luz de Amsterdã, realizado até 21 de janeiro de 2018, artistas holandeses e internacionais iluminam com suas obras e instalações os canais do centro e o rio Amstel (foto, obra de uma edição passada). “Projeções coloridas em arquitetura histórica, dinâmicas instalações luminosas em parques urbanos e obras através das quais você literalmente poderá passar”, descreve o Ministério do Turismo da Holanda. Há várias rotas para percorrer o festival, a pé ou de barco. Mas os jogos de luzes no passeio marítimo e a cidade transformada num país das maravilhas pulsante fazem com que este seja um dos melhores momentos do ano para um cruzeiro pelos canais.
  • Natal 2017
    15Tbilisi (Geórgia) Tblisi, situada geograficamente na Ásia e capital da Geórgia, país euroasiático embora histórica e culturalmente considerado parte da Europa, acende todos os anos, em sua Praça da Liberdade, uma das árvores de Natal mais espetaculares do mundo. Na verdade, não é uma árvore, e sim um elegante manto branco formado por milhares de lâmpadas que decoram a altíssima coluna sobre a qual se ergue uma estátua de São Jorge matando o dragão, símbolo da liberdade e da independência da nação georgiana. Parece um enorme pinheiro iluminado, fica iluminada até o Ano Novo e é o principal cenário das celebrações natalinas da cidade. Na foto, a decoração de Ano Novo na avenida Rustaveli.