Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Além de Gisele Bündchen: brasileiros que brilham na indústria da moda

Nas passarelas, o país consolidou seu nome com embaixadoras como Valentina Sampaio e Camila Coelho

Bruna Marquezine
A ‘instagramer’ brasileira Thassia Naves, a modelo transgênero Valentina Sampaio e Adriana Degreas

O Brasil sempre foi um importante berço de talento, especialmente em campos como esporte, cultura, arquitetura e, claro, no mundo do espetáculo, uma tendência que se consolida com seu peso crescente na indústria da moda. O país sul-americano não só exporta biquínis, chinelos de borracha e supermodelos – Lais e Fernanda Oliveira são duas das mais solicitadas atualmente, além da modelo transgênero Valentina Sampaio –, como, apesar da crise política e econômica que atravessa, continua tendo um peso importante no mercado internacional.

A modelo transexual Valentina Sampaio
A modelo transexual Valentina Sampaio

Basta mencionar algumas das blogueiras mais influentes do momento. Camila Coutinho, Camila Coelho e Thassia Naves seguem os passos de uma das lançadoras de estilo mais solicitadas pelas empresas nos Estados Unidos e na Europa: Helena Bordon, filha da diretora de moda da Vogue Brasil. Todas elas conquistaram espaço no competitivo e saturado negócio das digital influencers graças ao apelo que um país como o Brasil tem junto às marcas de luxo. Um passo à frente delas, no entanto, está a atriz Bruna Marquezine. A edição norte-americana da Vogue designou-a como a próxima it-girl (jovens mulheres lançadoras de tendências) e seus 22 milhões de seguidores no Instagram endossam a nomeação.

Mari Giudicelli e Iracema Trevisan são outras brasileiras – neste caso expatriadas – que fazem sucesso na moda. Mari é uma ex-modelo que se tornou a criadora do momento graças a uma linha de sapatos produzidos artesanalmente de que todos falam em Nova York (buscadíssimos em todas as partes como "mules Leblon"). Iracema, entretanto, ex-membro do grupo Cansei de Ser Sexy, está por trás de uma marca de lenços que faz sucesso em Paris graças aos seus produtos de edição limitada pintados à mão.

Meio cariocas também são Alice e Charlotte Dellal (a primeira é DJ e ex-namorada de Andrea Casiraghi, a segunda, criadora da marca de sapatos Charlotte Olympia), além de Harley Viera-Newton, cuja mãe, Cristina Viera, foi modelo e musa de Dior (como a de Alice e Charlotte, no caso, de Saint Laurent) e é dona da marca de joias Tom Binns.

Sunny days!😎 #ilovesummer #summer Ah como eu te amo, verão!!!

Uma publicação compartilhada por Camila Coelho (@camilacoelho) em

Há algum tempo, todos esses nomes ganharam espaço graças aos paulistas Pedro Lourenço e Carlos Miele, além de Francisco Costa, natural de Minas Gerais, e que até pouco mais de um ano era diretor de criação da Calvin Klein. Uma trajetória seguida de perto por designers como Barbara Cassola e sua luxuosa estética minimalista; Adriana Degreas, com seus elegantes trajes de banho, e Paula Cademartori, com suas desejadas bolsas virais.

HANDS STRAPLESS BIKINI ✨ @rocky_barnes #adrianadegreas #adrianadegreas_miami #hands #bikini #red #designer #luxury

Uma publicação compartilhada por ADRIANA DEGREAS (@adrianadegreas_miami) em

MAIS INFORMAÇÕES