Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Bebê panda não desgruda da mãe e parque não consegue identificar sexo

Funcionários do parque em Tóquio dizem que o urso, que nasceu há uma semana passa bem

MAIS INFORMAÇÕES

Um vídeo divulgado nesta terça-feira pelo zoológico Ueno, de Tóquio (Japão) mostra as últimas imagens do urso panda que nasceu há uma semana. Entretanto, como a mãe, a panda gigante Shin Shin (de 11 anos e 110 quilos), não desgruda do filhote, os funcionários do parque ainda não conseguiram determinar o sexo e peso do animal.

Mesmo assim, dizem acreditar o pequeno passa bem, pois é possível ouvir os suaves gritos do bebê, que no vídeo aparece no colo de Shin Shin, enquanto ela come folhas de bambu. A preocupação agora do parque japonês é saber se o urso está se alimentando do leite materno e como está o desenvolvimento do ursinho.

Imagem do filhote de panda, nascido na semana passada em Tóquio.
Imagem do filhote de panda, nascido na semana passada em Tóquio. AFP

Esses ursos de pelugem preta e branca nascem com uma cor rosada, sem pelos e pesando aproximadamente 100 gramas. O nascimento do bebê panda comoveu a população em Tóquio, já que a reprodução da espécie é um fenômeno difícil.

Desde o nascimento do bebê, o Japão vive uma pandamania: as ruas e os telhados de Tóquio estão decorados com balões em forma de panda e cartazes de felicitações ao novo habitante.

Com informações da AFP.

MAIS INFORMAÇÕES