Seleccione Edição
Login

O primeiro mês de Donald Trump na Casa Branca

Presidente instalou o caos em Washington desde que começou, em 20 de janeiro, seu mandato

  • Donald Trump e sua esposa Melania, no Lincoln Memorial em Washington, em 19 de janeiro de 2017.
    1Donald Trump e sua esposa Melania, no Lincoln Memorial em Washington, em 19 de janeiro de 2017. Afp
  • Distúrbios nas ruas de Washington durante a posse de Donald Trump como 45º presidente dos Estados Unidos, com carros incendiados e policiais de choque, em 19 de janeiro, de 2017.
    2Distúrbios nas ruas de Washington durante a posse de Donald Trump como 45º presidente dos Estados Unidos, com carros incendiados e policiais de choque, em 19 de janeiro, de 2017. reuters
  • Donald Trump jura como presidente dos Estados Unidos para o juiz John Roberts, presidente da Suprema Corte, enquanto sua esposa, Melania, segura a Bíblia, na presença de seus filhos Barron, Ivanka, Eric e Tiffany, no Capitólio, em Washington, em 20 de janeiro de 2017.
    3Donald Trump jura como presidente dos Estados Unidos para o juiz John Roberts, presidente da Suprema Corte, enquanto sua esposa, Melania, segura a Bíblia, na presença de seus filhos Barron, Ivanka, Eric e Tiffany, no Capitólio, em Washington, em 20 de janeiro de 2017. Ap
  • Dezenas de milhares de manifestantes participam da “Marcha das Mulheres” em Washington, uma manifestação contra o machismo de Donald Trump, em 21 de janeiro de 2017.
    4Dezenas de milhares de manifestantes participam da “Marcha das Mulheres” em Washington, uma manifestação contra o machismo de Donald Trump, em 21 de janeiro de 2017. AFP
  • O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assina no Gabinete Oval a confirmação de John F. Kelly como secretário de Segurança Interna, em 21 de janeiro de 2017.
    5O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assina no Gabinete Oval a confirmação de John F. Kelly como secretário de Segurança Interna, em 21 de janeiro de 2017. EFE
  • O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visita a sede da Agência Central de Inteligência (CIA), em Langley, Virgínia, sua primeira visita depois de sua posse no dia anterior. Na coletiva de imprensa, atacou a imprensa em frente ao muro com as 117 estrelas em honra aos agentes da CIA mortos em serviço, em 21 de janeiro de 2017.
    6O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visita a sede da Agência Central de Inteligência (CIA), em Langley, Virgínia, sua primeira visita depois de sua posse no dia anterior. Na coletiva de imprensa, atacou a imprensa em frente ao muro com as 117 estrelas em honra aos agentes da CIA mortos em serviço, em 21 de janeiro de 2017. reuters
  • Donald Trump momentos antes de assinar a ordem de construção do muro de separação entre EUA e México, em 25 de janeiro de 2017.
    7Donald Trump momentos antes de assinar a ordem de construção do muro de separação entre EUA e México, em 25 de janeiro de 2017. ap
  • Ativistas do Greenpeace escalam um guindaste de construção de 80 metros de altura perto da Casa Branca e exibem uma grande faixa para chamar a resistência ao presidente Donald Trump por sua “negação da mudança climática, seu racismo, misoginia, homofobia e intolerância”, em 25 de janeiro de 2017.
    8Ativistas do Greenpeace escalam um guindaste de construção de 80 metros de altura perto da Casa Branca e exibem uma grande faixa para chamar a resistência ao presidente Donald Trump por sua “negação da mudança climática, seu racismo, misoginia, homofobia e intolerância”, em 25 de janeiro de 2017. AFP
  • Donald Trump conversa com a primeira-ministra britânica, Theresa May, na Casa Branca, em Washington, em 27 de janeiro de 2017. Trump se reuniu com May para discutir o futuro acordo bilateral de comércio, entre outros temas.
    9Donald Trump conversa com a primeira-ministra britânica, Theresa May, na Casa Branca, em Washington, em 27 de janeiro de 2017. Trump se reuniu com May para discutir o futuro acordo bilateral de comércio, entre outros temas. EFE
  • Indignação nos aeroportos dos EUA pelo veto de Trump nas fronteiras. Na imagem, protesto no exterior do Terminal 4 do aeroporto internacional JFK em Nova York, em 28 de janeiro de 2017.
    10Indignação nos aeroportos dos EUA pelo veto de Trump nas fronteiras. Na imagem, protesto no exterior do Terminal 4 do aeroporto internacional JFK em Nova York, em 28 de janeiro de 2017. Reuters
  • Michael Flynn, ex-assessor de Segurança Nacional (terceiro à direita), em uma reunião na Casa Branca em 13 de fevereiro de 2017. Michael Flynn, conselheiro de Segurança Nacional, renunciou por mentir sobre algumas conversas não autorizadas com um diplomata russo, em uma reverberação do escândalo de espionagem cibernética durante as eleições norte-americanas.
    11Michael Flynn, ex-assessor de Segurança Nacional (terceiro à direita), em uma reunião na Casa Branca em 13 de fevereiro de 2017. Michael Flynn, conselheiro de Segurança Nacional, renunciou por mentir sobre algumas conversas não autorizadas com um diplomata russo, em uma reverberação do escândalo de espionagem cibernética durante as eleições norte-americanas. REUTERS
  • O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, a filha do presidente, Ivanka Trump, e o presidente de EUA, Donald Trump, participam em uma mesa redonda sobre o avanço das mulheres empresárias e as mulheres responsáveis de empresas, na Casa Branca, o 13 de fevereiro de 2017.
    12O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, a filha do presidente, Ivanka Trump, e o presidente de EUA, Donald Trump, participam em uma mesa redonda sobre o avanço das mulheres empresárias e as mulheres responsáveis de empresas, na Casa Branca, o 13 de fevereiro de 2017. efe
  • Donald Trump, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, a primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, e a esposa de Benjamin Netanyahu, Sara Netanyahu, entram na Casa Branca em Washington, Estados Unidos, em 15 de fevereiro de 2017.
    13Donald Trump, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, a primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, e a esposa de Benjamin Netanyahu, Sara Netanyahu, entram na Casa Branca em Washington, Estados Unidos, em 15 de fevereiro de 2017. Efe