Notícia Patrocinada
i
Comercial Especial PUBLI / Not. Patroc.

De fora para dentro

Empreendedor precisa captar tendências, aprender com outras experiências e se manter atualizado sempre

Não adianta ter uma ideia brilhante, colocá-la em prática e achar que, a partir daí, tudo vai dar certo. O mundo muda o tempo todo, assim como as tendências de consumo, hábitos e demandas do consumidor. O empreendedor precisa acompanhar esse ritmo e estar preparado para atualizar seu negócio constantemente. “O gestor deve conhecer bem o negócio que administra, mas, acima de tudo, precisa ser capaz de olhar para fora da empresa, para todos os acionistas, principalmente para cliente e a sociedade em que ele está inserido”, analisa Almir Ferreira de Sousa, coordenador da FIA.

MAIS INFORMAÇÕES

O noticiário é um grande aliado nessas horas. De acordo com especialistas, o empreendedor deve acompanhar informações diárias sobre consumo, economia, negócios e até legislação. “Se a política de juros muda, isso impacta o seu negócio diretamente. Assim como mudanças em regras tributárias impactam sua estrutura de custos”, diz Sousa.

Para facilitar o acesso a informações relevantes para o bom funcionamento dos negócios, o Banco Santander disponibiliza o Programa Avançar, que reúne em seu portal diversos conteúdos sobre mercado, atualidades e tendências.

"Todo empresário deve olhar para fora. Com o crescimento da internet e da informação em tempo real, essa tarefa se torna bem mais fácil”, destaca Josué Bressane Junior, sócio-diretor da Falconi. “Um produto lançado hoje se torna obsoleto amanhã. Informação torna o seu planejamento mais consistente quando mudar for necessário”, complementa o diretor da consultoria de negócios, Sérgio Honório de Freitas.

Confira seis dicas de como se manter atualizado:

1. Acompanhe o noticiário

Rodeie-se de informações para mapear e compreender melhor o mercado em que atua. Acompanhe notícias referentes ao seu segmento, sobre o público que você quer alcançar, sobre a economia. Para lhe ajudar em projeções de negócios e na elaboração de estratégias, Procure também fontes de dados públicos relevantes, como o IC-PMN, elaborado pelo Insper e publicado trimestralmente no portal do Programa Avançar, que mensura o índice de confiança do empresário de Pequeno e Médio Negócio no Brasil, ou o IBGE, e associações do setor. “Uma ideia só se torna realidade se for minimamente calcada em dados concretos”, alerta Bressane, da Falconi.

2. Troque figurinhas com outros empreendedores

Saber como os concorrentes atuam é fundamental para desenvolver uma “autocrítica”. O que você faz melhor? O que poderia melhorar? Participe de feiras, de eventos de empreendedores, cursos que priorizam networking e de reuniões informais com colegas empresários. Converse sobre o mercado, se mantenha atualizado, troque experiências, conheça o que os outros estão fazendo, amplie sua visão de mundo. Interaja com empreendedores de gerações diferentes.Também é possível complementar o seu negócio por meio de parcerias. “Busque cooperações para agregar algum serviço ou produto que você não tem”, aconselha Freitas, da Falconi.

3. Estude o cliente e sua tendências de consumo

Por que alguém compraria o seu produto ou serviço, e não o do concorrente? Quem é o cliente? Quanto ele está disposto a pagar? Que valor o seu negócio gera para ele?

“Tudo o que ele produzir deve satisfazer uma necessidade humana, portanto, os hábitos de consumo dos bens que ele está tentando produzir. Se ele não estiver apto para atender a necessidade de quem vai viabilizar o negócio dele, não vai prosperar”, afirma Sousa, da FIA.

É preciso inovar permanentemente. “O mundo muda muito mais rápido hoje do que há 25 anos. Se não ficar antenado, vai ficar para trás”, complementa Bressane, da Falconi.

4. Volte à sala de aula

Uma forma bastante eficaz de se manter atualizado é investir em cursos de negócios. Além de ampliar o networking, você pode aprender muito com outras experiências e gerações. “O empreendedor precisa estar bem treinado para captar tendências de mercado, processar informações e colocá-las a seu favor”, destaca Sousa, da FIA. “Ele não precisa depender só do conhecimento de seu time. Pode buscar especialização, universidades, consultorias”, complementa Freitas, da Falconi.

5. Converse mais com a equipe

A equipe é uma peça fundamental para o sucesso dos negócios. Não adianta se rodear de pessoas bem treinadas, cheias de ideias e de conhecimento se você não tiver interesse em aprender com elas também. Dialogue mais com o seu time, escute opiniões diferentes e esteja aberto para executar estratégias de outras maneiras. Diversidade enriquece o negócio.

6. Coloque sua ideia à prova

O grande desafio do empreendedor é tornar suas ideias realidade. Há maneiras de experimentar a demanda antes de colocar a mão na massa e, assim, lapidar um produto ou serviço conforme as percepções do mercado. Programas de startup podem ser ótimos laboratórios. “Teste a sua solução, a recepção do seu público, sua estrutura de custos, infraestrutura. Tudo isso minimiza as incertezas do negócio e aumenta as chances de êxito. pois te permite extrair muitas informações importantes”, destaca Bressane, da Falconi.

Esta notícia, patrocinada pelo Banco Santander, foi elaborada por um colaborador do EL PAÍS.