EL PAÍS, o jornal digital em espanhol mais lido do mundo

Jornal aposta na qualidade contra o sensacionalismo e os boatos que confundem a informação na Internet

Redação do EL PAÍS, remodelada neste ano
Redação do EL PAÍS, remodelada neste anoC. ALVÁREZ

O EL PAÍS é o jornal digital em espanhol mais lido do mundo, segundo o comScore, o medidor de audiências oficial do mercado. Os dados de setembro, o último mês verificado a nível mundial, mostram que o jornal global registrou 11.618.000 usuários únicos, mais de dois milhões e meio acima do El Mundo, que ficou com 9.036.000. Em terceiro e quarto lugares ficaram os argentinos Clarín e La Nación com 8.179.000 e 7.382.000 leitores respectivamente.

MAIS INFORMAÇÕES

A liderança global do EL PAÍS em espanhol se mantém de forma ininterrupta durante os últimos dois anos. Sua versão digital ocupa, de acordo com os dados do comScore, a 17° colocação entre todos os jornais do mundo, atrás de veículos norte-americanos, chineses, indianos e britânicos. A hegemonia do EL PAÍS se baseia em sua grande força na América Latina, onde disputa a liderança em vários países com os grandes jornais locais. No México, ficou em quinto lugar em setembro, com quatro milhões de usuários únicos. No Brasil chegou em agosto aos 6,5 milhões e obteve a sexta posição, em um mês muito intenso, com a realização dos Jogos Olímpicos do Rio e o processo de impeachment de Dilma Rousseff.

A liderança do EL PAÍS não é só quantitativa. A principal aposta do jornal global é pela qualidade de seus conteúdos, em um ecossistema no qual abundam as notícias sensacionalistas e falsas, como o recente processo eleitoral dos EUA mostrou. Em uma métrica qualitativa como é o tempo em que os leitores passam no site, o EL PAÍS melhorou em outubro 49% em relação ao mês anterior, de acordo com os números de audiência do comScore na Espanha. No mês citado, os internautas espanhóis passaram em conjunto 547 milhões de minutos consumindo notícias do EL PAÍS, contra 441 milhões em informações do El Mundo.

Para oferecer essa informação de qualidade, o EL PAÍS conta com a maior rede de correspondentes de um jornal em espanhol e, além da sede central em Madri, sucursais na Cidade do México, São Paulo, Washington, Bruxelas, Bogotá, Buenos Aires e Pequim. Além disso, o jornal global oferece a mais completa oferta audiovisual do mundo em castelhano. No último ano se multiplicou por dez o número de vídeos consumidos e foram lançados programas de televisão dos principais acontecimentos dos dois lados do Atlântico, do primeiro debate eleitoral na Espanha a um espaço especial sobre a vitória de Trump. O EL PAÍS oferece também uma grade de programação televisiva ao vivo no Facebook Live, com mais de 2.000 minutos de retransmissões semanais.

No quesito inovação, o EL PAÍS também está na liderança do desenvolvimento de novos formatos. A primeira reportagem em realidade virtual de um jornal espanhol, Fukushima, Vidas Contaminadas, foi publicada no El País Semanal em maio e premiada nos prestigiosos Lovie Awards. O jornal global também foi pioneiro no lançamento de um botão para compartilhar notícias no WhatsApp, um canal do aplicativo de mensagens Telegram e um aplicativo para o Apple Watch.