Copa América

México vence o Uruguai por 3 a 1 na Copa América

Time treinador por Juan Carlos Osorio marcou dois gols nos últimos sete minutos de jogo

Jogadores do México comemoram o primeiro gol.
Jogadores do México comemoram o primeiro gol.G. M. W. (EFE)

Desfalcado de sua maior estrela, Luis Suárez, o Uruguai foi derrotado pelo México por 3 a 1 na estreia das duas equipes na Copa América. Treinados pelo colombiano Juan Carlos Osorio, os mexicanos mantiveram-se invictos sob comando do técnico: são oito jogos, oito vitórias e apenas um gol sofrido. É o melhor início de um treinador na história da seleção do país.

Apesar do bom retrospecto, a vitória desta noite foi conquistada com dificuldade, ao contrário do que parecia no começo do jogo, já que o México abriu o placar logo aos 4 minutos. Foi um lance de sorte. Cruzamento na área do Uruguai, Álvaro Pereira subiu de cabeça, a bola bateu em seu rosto e entrou: 1 a 0. No fim do primeiro tempo, Vecino foi expulso e deixou os uruguaios em desvantagem numérica.

Imaginava-se que a segunda etapa seria um passeio, mas o futebol uruguaio já mostrou diversas vezes que cresce na adversidade. E foi assim mais uma vez. Equilibrou a partida e conseguiu o empate com o capitão Godín aos 28 minutos, logo depois da expulsão do mexicano Guardado. A Celeste dominava a partida, mas o cansaço de jogar com 10 durante quase meia hora começou a bater após o gol. Os mexicanos cresceram nos 15 minutos finais, criaram chances e Rafa Márquez, aos 37 anos e em sua sexta Copa América, colocou a equipe novamente à frente aos 40 minutos. Herrera, aos 46, deu números finais ao jogo.

Apesar da derrota, o Uruguai não deve ter problemas para se classificar no grupo C, já que tem pela frente dois jogos com seleções bem inferiores e deve contar com o retorno de Suárez na próxima rodada, quinta-feira, contra a Venezuela, e contra a Jamaica, no dia 13.

Veja como contamos Uruguai x México no minuto a minuto: