Seleccione Edição

Homem parte pra cima do assassino de sua filha durante julgamento nos EUA

O homem não conseguiu se conter ao ver o acusado de matar três mulheres rir dentro do tribunal

Van Terry, pai de uma jovem assassinada em 2013 por um assassino em série nos Estados Unidos, não conseguiu se conter ao ver o réu dar risada das acusações durante o seu julgamento, em um tribunal de Ohio, nesta quinta-feira. "As pessoas supõem que devemos encontrar no fundo do nosso coração o perdão para este palhaço que matou a minha filha", desabafou o pai, emocionado, minutos antes de atirar-se sobre o acusado, Michael Madison.

Michael Madison, que já havia sido condenado por tentativa de estupro em 2002 (e era classificado como sex offender, ou estuprador, pela Justiça dos EUA), foi condenado nesta quinta-feira à pena de morte pelos assassinatos de três mulheres, entre eles o de Shirellda Terry, 18 anos, filha de Van Terry. Os corpos das três vítimas foram encontrados em sacos plásticos em Cleveland.

O pai de Shirellda teve de ser controlado por sete agentes de segurança, que o retiraram a força do tribunal. A cena causou comoção nos Estados Unidos.

MAIS INFORMAÇÕES