REAL MADRID

O Campeonato Espanhol, um sonho para o Real Madrid

Time já perdeu 17 pontos e está a quatro do Atlético e do Barça

Cristiano Ronaldo e Benzema no campo do Betis.
Cristiano Ronaldo e Benzema no campo do Betis.A. Fernandez (AP)

“São pontos demais perdidos no Campeonato Espanhol, muitos tropeços.” Foi o resumo de Marcelo na noite de domingo após o empate do Real Madrid contra o Betis. São concretamente 17 pontos desperdiçados pelo time nesta temporada. Acaba de começar o segundo turno, mas o Atlético está quatro pontos à frente, e o Barcelona – se vencer o Sporting no confronto que tem a recuperar (adiado por causa do Mundial de Clubes) – pode abrir sete de vantagem.

Ou seja, já não só seriam vitais as partidas contra o Atlético (em 28 de fevereiro no Bernabéu) e a visita ao Camp Nou (3 de abril), como também o Real, mesmo vencendo ambos, não dependeria apenas de si mesmo, e sim dos tropeços do rival (ou rivais, embora Simeone continue descartando o Atlético).

MAIS INFORMAÇÕES

“A Liga não está perdida. Vamos manter nossa linha de trabalho, estamos num bom caminho, hoje perdemos dois pontos, mas vi coisas muito boas nesta noite e vamos em frente. É preciso lutar até o final”, afirmou o treinador Zidane após o jogo, quase mais para se convencer do que para outra coisa. Restam 17 jogos e 51 pontos por disputar.

O técnico francês dizia na noite de domingo que estava orgulhoso de seus jogadores e que não havia nada a lhes recriminar. Mas, enquanto o Barcelona conseguiu três pontos jogando mal no campo do Málaga, o Real não passou do empate, apesar do bom segundo tempo e do assédio na área do Betis. Dos 17 confrontos que restam, o time branco jogará nove em casa e oito fora (Málaga, Levante, Las Palmas, Barcelona, Getafe, Rayo, Real Sociedad e Deportivo).

Eliminado da Copa do Rei por uma escalação indevida, distante da liderança da Liga neste começo de segundo turno, só sobra a Champions para que o Real não feche a temporada em brancas nuvens, pelo segundo ano consecutivo.

Arquivado Em: