celebridades

Charlie Sheen assume publicamente que é HIV positivo

O ator soube que sofria da de aids há quatro anos e, segundo seu último exame, os níveis do vírus em seu sangue são “indetectáveis”

O ator em uma imagem de 2013.AP | VÍDEO: reuters-live! (reuters_live)

Depois de muitos rumores sobre seu estado de saúde, o ator e bad boy de Hollywood Charlie Sheen confirmou que há quatro anos é portador do HIV, vírus da imunodeficiência humana causadora da aids. “Estou aqui para admitir que sou HIV positivo”, disse Sheen, de 50 anos. O comediante anunciou na segunda-feira passada, dia 16, que divulgaria sua situação em uma entrevista com Matt Lauer no programa matutino de maior audiência da televisão norte-americana, Today.

Mais informações

O anúncio provocou uma infinidade de rumores sobre uma doença que, segundo a TMZ, era do conhecimento de Sheen há pelo menos dois anos. Segundo fontes consultadas pela revista People, o ator, conhecido por seu trabalho tanto no cinema como na televisão, tem consciência da situação e passou um bom tempo avaliando como tornar a notícia pública. “Sempre usei preservativos e fui honesto com minhas parceiras quanto ao meu estado de saúde.” E garantiu que é impossível que tenha contagiado alguém. Admite, no entanto, que não tem certeza de quem o contaminou. “Agora tenho a responsabilidade de melhorar e ajudar mais pessoas (...) tomo quatro comprimidos por dia para tratar minha doença”, confessou.

Manter o problema em segredo durante tanto tempo não foi nada fácil. Durante a entrevista, afirmou que foi vítima de chantagem muitas vezes. “Quanto você pagou para quem o extorquiu?”, perguntou Matt Lauer. “O suficiente para dizer que foram milhões”, respondeu.

Em meio ao escândalo, Natalie Kenly, uma de suas ex-parceiras, falou com exclusividade para a revista People e garantiu que “não acha que ele fosse imprudentemente promíscuo”. “Ele não é um monstro”, sentenciou Kenly, de 29 anos. E acrescentou: “É um homem que se preocupa com as pessoas. Não acredito que ponha as mulheres em risco”. A atriz pornô, porém, deu a entender que não tinha conhecimento de seu estado de saúde. “Estou muito triste por saber de seus problemas de saúde. Espero que ele esteja bem.”

View this post on Instagram

My heart hurts. Prayers for Charlie and his family

A post shared by Heather Locklear (@heatherlocklear) on

A notícia sobre a saúde do ator também preocupa seus amigos. Uma das primeiras a lhe dar apoio foi Heather Locklear, que postou em seu perfil do Instagram uma imagem com a legenda: “Me corta o coração. Minhas orações para Charlie e sua família”.

Membro de uma família de atores, filho de Martin Sheen e irmão de Emilio Estevez, Charlie Sheen saltou para a fama como protagonista de alguns dos filmes mais emblemáticos da década de oitenta, como Platoon (1986) e Wall Street (1987). Depois, passou para a televisão, onde ganhou a mesma fama e maior popularidade graças a séries como Spin City (pela qual ganhou o Globo de Ouro em 2002) e sobretudo Two and a Half Men, onde sua personalidade se confundia com a de seu personagem.

No entanto, o nome de Sheen também está vinculado ao mundo das drogas, do álcool, do sexo e dos excessos. Seus passeios constantes pelas clínicas de desintoxicação, as internações de emergência à beira da morte, assim como seus escândalos – profissionais e conjugais – fizeram correr mais tinta do que suas conquistas artísticas.

Casado por três vezes e pai de cinco filhos, Sheen nunca dissimulou suas farras sexuais, gabando-se de suas numerosas companheiras de cama e um dos clientes mais notáveis do livro da chamada Madame de Hollywood Heide Fleiss. Durante outra de suas entrevistas ao programa Today, Sheen afirmou publicamente que não é como os outros. “Tenho sangue de tigre”, afirmou, referindo-se à própria masculinidade.

Segundo a TMZ, Sheen se trata há anos contra o HIV e, de acordo com seu último exame, os níveis do vírus no sangue são “indetectáveis”, um argumento que poderia utilizar no que espera ser uma longa batalha judicial por parte das parceiras de cama que não sabiam da doença do ator e podem ter sido contaminadas.