Mascherano admite fraude de mais de 6 milhões de reais à Receita Federal

Jogador do Barcelona ocultou rendimentos com direitos de imagem entre 2011 e 2012

O jogador do Barcelona Javier Mascherano reconheceu nesta quinta-feira perante o juiz ter fraudado a Fazenda em mais de 1,5 milhão de euros (cerca de 6,4 milhões de reais) ao ocultar da Agência Tributária os rendimentos de seus direitos de imagem em 2011 e 2012. Segundo fontes judiciais, o jogador admitiu os dois delitos contra o Ministério da Fazenda e nem a Promotoria nem a Advocacia do Estado lhe fizeram perguntas no interrogatório. O argentino ficou poucos minutos no tribunal.

Mais informações

Mascherano já pagou em setembro os mais de 1,5 milhão de euros sonegados, após ter utilizado "formas e sedes jurídicas eleitas com extrema precisão", que incluem sociedades em paraísos fiscais, segundo a Promotoria.

O jogador usou duas estratégias para esta fraude: não declarar as rendas obtidas com a assinatura do contrato com a Nike em uma sociedade domiciliada nos Estados Unidos e simular a cessão de seus direitos de imagem a uma entidade puramente instrumental domiciliada em Madeira (Portugal).

Mascherano conseguiu que os rendimentos de seus direitos de imagem ficassem escondidos da Fazenda Espanhola em 2011 e 2012, anos em que residia na Espanha e tinha que ter declarado o imposto pela totalidade das rendas obtidas em direitos de imagem. Concretamente, em 2011 o futebolista pagou somente 128.706 euros dos 716.528 que teria que ter pago, e em 2012 foram 281.115 do total de 1.250.023 que lhe correspondiam.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: