Seleccione Edição
Login

Usain Bolt, atropelado por um cinegrafista quando festejava o triunfo

O jamaicano não se machucou no acidente e estará domingo na final do 4 x 100

Bolt tinha acabado de vencer a final dos 200 metros rasos no Mundial de Atletismo

“Bom trabalho, Usain!”, dizia Bolt para si mesmo logo após vencer a final dos 200 metros rasos, superando novamente Justin Gatlin. Em seguida, anunciou aos jornalistas: “Eu falei para vocês que conseguiria. Não havia dúvida. Não me preocupei com o tempo porque sabia que não estava em forma para bater o recorde mundial.”

No entanto, essa felicidade de Usain Bolt pela vitória nos 200 metros rasos foi interrompida por um momento por causa de um acidente fortuito na pista do estádio Ninho do Pássaro, em Pequim. Quando passava diante da arquibancada principal usando a bandeira jamaicana como gravata, um cinegrafista da TV que pilotava um carrinho de duas rodas (Segway) o atropelou por trás e o derrubou estrepitosamente. Não foi nada grave, mas poderia ter sido e acabado com a possibilidade de Bolt conseguir outra medalha de ouro na final do revezamento 4 x 100, em que a Jamaica é favorita.

No fim das contas, a queda não pareceu afetar o jamaicano, que se mostrou preparado para defender no domingo do título de seu país no 4 x 100. “Na sexta decidiremos a estratégia e a formação do quarteto, além de meu posto no revezamento”, disse ele.

MAIS INFORMAÇÕES