Fast Food

Burger King oferece ‘trégua’ ao McDonald’s na guerra do hambúrguer

Para comemorar o Dia da Paz, rede dos EUA deseja criar o McWopper, um sanduíche misto

O Burger King quer deixar de lado sua rivalidade com o McDonald’s – mesmo que só por um dia. A rede norte-americana de fast food propôs ao seu histórico concorrente a criação de um lanche que misturaria os dois sanduíches-símbolo das respectivas empresa, o Whopper e o Big Mac, para serem vendidos em uma lanchonete que seria aberta em Atlanta (EUA) especialmente para essa ocasião e apenas durante um – um restaurante pop up, no jargão do marketing.

O lucro seria destinado a uma organização que promove a paz mundial, numa iniciativa que poderia ser batizada de Diplomacia do McWhopper. “Estamos sendo totalmente transparentes na nossa proposta, porque queremos que seja levada a sério”, diz o vice-presidente de gestão global do Burger King, o brasileiro Fernando Machado. “Seria maravilhoso se o McDonald’s aceitasse colocar a ideia em prática.”

MAIS INFORMAÇÕES

O Burger King criou um site chamado mcwhopper.com, com versões em inglês, espanhol, alemão e português, no qual divulga uma primeira proposta de como seria o McWhopper. A mistura de ingredientes busca ser o mais equitativa possível. Pega seis ingredientes do Big Mac (entre eles a carne, o queijo e o molho especial) e seis do Whopper (o que inclui a carne grelhada na churrasqueira, a cebola e o pepino em conserva, entre outros).

O Burger King, com sede em Miami, é parte do grupo de alimentação Brands International, pertencente a Warren Buffett, um dos homens mais ricos do planeta. A rede também propôs que, durante o evento, os funcionários atendam à clientela com um uniforme que misture elementos dos trajes usados habitualmente nas duas redes.

O McWhopper.
O McWhopper.

Para chamar a atenção para sua iniciativa, o Burger King publicou na quarta-feira anúncios de página inteira em dois jornais de grande circulação dos Estados Unidos, The New York Times e Chicago Tribune. Este é o jornal de referência em Oak Brook, a cidade de Illinois onde fica a sede do McDonald’s. O anúncio é apresentado na forma de uma carta aberta ao rival, fazendo a oferta.

O Burger King explica que a escolha de Atlanta para acolher o restaurante pop up não é aleatória – deve-se ao fato de a cidade estar aproximadamente a meio caminho entre as sedes das duas empresas, que são as maiores redes de lanchonetes do mundo.

Dia Internacional da Paz

Se houver um acordo, o evento aconteceria em 21 de setembro, coincidindo com o Dia Internacional da Paz. A entidade que receberia o valor arrecadado seria a Peace One Day, organização não-governamental que busca fazer dessa data um “dia de unidade global e entendimento entre culturas como nunca a humanidade jamais conheceu”.

O Burger King diz que o McWhopper pode servir para trazer uma “trégua” de um dia na guerra dos hambúrgueres, além de promover a iniciativa da ONG Peace One Day. “Sendo as duas maiores marcas [de fast food] do mundo, estamos em posição de promover uma mudança e aproveitar nosso tamanho e nossos recursos para fazer do mundo um lugar melhor”, disse a empresa.

Horas depois de a proposta do Burger King se espalhar pelo mundo, o CEO do McDonald's, Steve Easterbrook, respondeu, por meio de nota divulgada pelas redes sociais da multinacional, que sua empresa "adorava a intenção" do concorrente, mas que acredita que "nossas duas marcas juntas poderiam realizar algo maior para fazer a diferença". "Nos comprometemos a criar conscientização no mundo inteiro, talvez vocês se unam a nós em um esforço global significativo?", questionou Easterbrook, acrescentando ao fim da nota que "da próxima vez, um simples telefonema seria o suficiente".