FILHA DE WHITNEY HOUSTON

Morre Bobbi Kristina Brown, filha de Whitney Houston

A filha da cantora estava em coma desde janeiro, quando foi encontrada numa banheira

Mãe e filha numa entrega de prêmios.Foto: AP/Dan Steinberg (AGENCIA_DESCONOCIDA)

A filha de Whitney Houston e Bobby Brown, Bobbi Kristina, morreu no domingo aos 22 anos depois de vários meses em coma induzido por médicos quando foi encontrada, em janeiro, submersa em uma banheira. Sua morte põe fim a uma vida em que a tragédia e a fama se deram as mãos desde que nasceu. Bobbi Kristina foi fruto de um dos casamentos mais tumultuados do mundo da música, e sua vida transcorreu à sombra da fama de seus pais e dos escândalos que eles protagonizaram.

Mais informações

Uma vida marcada nos últimos anos pela morte de sua mãe, Whitney Houston, quando Krissy, como a conheciam em sua família, tinha apenas 18 anos. Naquele dia, Bobbi Kristina recebeu, no saguão do hotel Beverly Hilton de Los Angeles, a notícia de que sua mãe havia morrido de uma overdose, afogada na banheira de seu quarto de hotel um dia antes da entrega dos prêmios Grammy. A jovem teve que ser levada nesse mesmo dia a um hospital para ser tratada de um ataque de nervos.

“Finalmente descansa em paz nos braços de Deus”, declarou sua família num comunicado à imprensa pouco depois da morte no hospital cristão de Peachtree em Duluth (Geórgia, Estados Unidos). Esse foi o último centro médico pelo qual ela passou desde que foi encontrada de bruços na banheira de sua casa em Roswell, também na Geórgia, no dia 31 de janeiro. Desde então Krissy esteve entubada num estado de coma induzido e conectada a um balão de oxigênio para poder respirar. As esperanças de que pudesse voltar a recuperar a consciência eram escassas desde o primeiro momento. A família assinalou nesta segunda-feira, no mesmo comunicado, que agradecia à mostras de carinho e apoio recebidas durante esse período.

Não houve menção aos escândalos que a perseguiram, mesmo quando hospitalizada e em coma. Quando seus pais se separaram, Bobbi Kristina tinha 14 anos e a jovem ficou sob a custódia da mãe, a quem se sentia muito ligada. Krissy foi a herdeira da fortuna multimilionária que Whitney Houston deixou ao morrer. As similaridades entre as mortes de ambas, encontradas em banheiras, assim como o futuro dessa grande fortuna darão muito que falar depois do falecimento da filha única de Houston.

Também a acompanhará ao túmulo a polêmica relação que manteve com Nick Gordon, jovem criado por Whitney Houston a quem a cantora costumava chamar de “filho”. Bobbi Kristina preferia chamá-lo de “namorado-irmão”, à medida que a relação foi ficando mais próxima, até o ponto em que as redes sociais chegaram a falar de casamento. Segundo um comunicado do advogado de Bobbi Kristina publicado em 2013, o casal nunca chegou a se casar, embora vivesse junto. Enquanto a filha de Houston ficou hospitalizada em coma, a família de Bobbi Kristina proibiu Gordon de visitá-la. A tia de Krissy, Leolah Brown, chegou a dizer numa entrevista para a televisão, meses atrás, que Gordon está relacionado às circunstâncias do quase afogamento de sua sobrinha, e que esperava que ele fosse acusado por isso formalmente.

Seguindo os passos de sua família, Bobbi Kristina flertou com as drogas e o mundo do espetáculo. Mas neste âmbito nunca alcançou o sucesso de seus pais. Embora estivesse constantemente diante de câmeras de televisão, perseguida por paparazzi ao lado de sua família ou tomando parte de reality shows como o intitulado Being Bobby Brown, que entrava em sua vida e na de seus pais, sua carreira artística não passou de esporádicos papéis secundários em séries de televisão.

Mais informações