Seleccione Edição
Login

Peru e a velha guarda

Equipe se agarra à experiência de Guerrero e Pizarro para sobreviver em um grupo difícil

Copa América 2015
A seleção peruana de futebol, durante um treinamento. EFE

“Precisamos recuperar a identidade do jogador peruano”, repetiu em várias ocasiões o argentino Ricardo Gareca desde sua contratação como treinador do Peru em março. Essa recuperação mencionada pelo Tigre, apelido que ganhou durante sua época de jogador no Boca Juniors, nasce a partir da lembrança da terceira colocação do time branco e vermelho na edição de 2011. “Acredito em seu potencial”, acrescenta, como complemento inseparável da primeira parte de sua reflexão.

Títulos e Participações

29 participações na Copa América.

Campeão: 1939 e 1975.

Edição de 2011: terceiro colocado.

Não será fácil para o Peru repetir ou superar a terceira colocação pelos rivais complicados de seu grupo, o Brasil, a Colômbia e a Venezuela, companheiros ruins de viagem para uma seleção que chega com alguns problemas. Inflexível ao fazer a lista definitiva, Gareca deixou claro que deveria existir merecimento para viajar ao Chile. Entre esses capacitados encontram-se Pizarro (36 anos), Farfán (30) e Guerrero (31), se bem que nem todos eles chegam à seleção com um saldo semelhante. Pizarro só marcou dois gols em 13 partidas com o Bayern de Munique e Farfán nenhum em nove jogos, os únicos que disputou com o Schalke 04 da Alemanha após permanecer dez meses de fora com uma lesão no joelho. O que chega em melhores condições é Guerrero, com 19 gols em 53 partidas com o Corinthians, disposto a manter o troféu de artilheiro da Copa América obtido em 2011. A seleção depende deles para marcar gols, seleção que, entretanto, deverá aumentar seu potencial defensivo se quiser ter oportunidades para superar a complicada fase de grupos.

O Peru viajou ao Chile com algumas turbulências ao vir a público, após o empate com o México (1X1) na última partida de preparação que alguns de seus jogadores haviam saído na noite anterior. Talvez a colocar uma distância entre isso e a equipe seja o melhor dos alívios. Nas situações de tensão é onde se demonstra o potencial. Isso é o que seu treinador espera.

Lista de convocados

Goleiros: Pedro David Gallese Quiróz (Juan Aurich), Diego Penny Valdez (Sporting Cristal), Salomón Libman Pastor (César Vallejo).

Defensores: Luis Advíncula Castrillón (Vitoria Setúbal), Carlos Zambrano Ochandarte (Eintracht Frankfurt), Pedro Requena Cisneros (César Vallejo), Hansell Riojas La Rosa (César Vallejo), Christian Ramos Garagay (Juan Aurich), Yoshimar Yotún Flores (Malmo FF), Jair Céspedes Zegarra (Juan Aurich).

Meio-campistas: Josepmir Ballon Villacorta (Sporting Cristal), Edwin Retamoso Palomino (Real Garcilaso), Carlos Lobatón Espejo (Sporting Cristal), Carlos Ascues Avila (FCB Melgar), Joel Sánchez Alegría (Universidad San Martín), Christopher Paolo Hurtado Huertas (FC Pacos Ferreira), Juan Manuel Vargas Risco (Fiorentina), Christian Cueva Bravo (Alianza).

Atacantes: André Carrillo Díaz (Sporting Clube), Jefferson Farfán Guadalupe (Schalke 04), Jordy Reyna Serna (RB Leipzig), Paolo Guerrero Gonzales (Flamengo), Claudio Pizarro Bosio (Bayern Munique).

MAIS INFORMAÇÕES