Gente

O desprestígio do marido de Gisele Bündchen

Marido de Gisele Bündchen, jogador dos Patriots, é pivô do caso 'Deflategate O quarterback é acusado de obter vantagem ao usar bola com pressão inadequada

Tom Brady, jogador do New England Patriots, em ato realizado na quinta-feira à noite.
Tom Brady, jogador do New England Patriots, em ato realizado na quinta-feira à noite.POOL (REUTERS)

Tom Brady desceu do helicóptero sorrindo. E minutos depois seu rosto se abriu em grandes gargalhadas, em um evento público marcado há quatro meses, no qual o quarterback deve de enfrentar perguntas seguidas sobre o chamado Deflategate –o termo vem da fusão das palavras em inglês deflated (algo como desinflado) e gate (devido ao caso Watergate). O escândalo o persegue desde o Superbowl, o maior evento esportivo e midiático do mundo. À ocasião, ele foi acusado de jogar usando uma bola desinflada (daí o nome em inglês) –se a bola não tem a pressão estabelecida pela regulamentação esportiva, o quarterback pode jogar com vantagem ao agarrá-la antes do lançamento.

Mas a estrela dos New England Patriots não se deixa derrubar tão fácil. Brady é considerado um dos 10 melhores jogadores da história desse esporte. Em seu registro, acumula ter chegado a seis finais da Liga de Futebol Americano (NFL, em sua sigla em inglês), das quais levou quatro títulos. E isso tem um preço. A lista da Forbes coloca o esportista em décimo-primeiro lugar na lista anual de esportistas mais bem pagos, graças aos cerca de 40 milhões de dólares que embolsa por ano por seu contrato e patrocínios.

O quarterback Tom Brady.
O quarterback Tom Brady.LUCY NICHOLSON (REUTERS)

O estrategista do Patriots, que assinou contrato até 2017, quando fará 40 anos, é casado com a modelo Gisele Bündchen, com quem tem dois filhos. Horas antes de falar no evento em um centro universitário em Massachusetts, viu-se a top brasileira recentemente aposentada das passarelas saindo de uma academia em Boston, com uma camiseta branca onde se lia em letras azuis “vida feliz”. Mas seu semblante mostrava exatamente o contrário.

O casal foi uma das grandes ausências na segunda-feira do baile do Met em Nova York. A decepção do casal se fez evidente na quarta-feira com o relatório Wells, que pode acabar com a suspensão de Brady. Sua divulgação pública, na verdade, ocorreu exatamente um dia depois que a investigação do Deflategate revelou que Brady estava a par da trama.

MAIS INFORMAÇÕES

As primeiras suspeitas surgiram quando os Patriots enfrentaram os Colts de Indianápolis na partida eliminatória que os levaria diretamente ao Superbowl. Brady se limitou a responder a pergunta de um dos assistentes que não tem nada a acrescentar. Explicou que neste momento da investigação não há qualquer acusação formal contra ele, e que, portanto, “também não há reação” sobre o caso. “Só passaram 30 horas. Não tive muito tempo de assimilar totalmente. Quando o fizer, direi como me sinto”, comentou em uma conversa que teve com o comentarista esportivo Jim Gray.

Como no campo, ele não se abalou e se mostrou sempre muito amistoso. E como bom estrategista, sabe que agora não pode fazer movimentos em falso que possam arruinar sua jogada. “Ainda há um processo em andamento. Quando terminar, quero me sentir à vontade com as declarações que fizer”, explicou. O que realmente tem claro é que o informe não vai arruinar sua vitória diante dos Seahawks de Seattle.

Tom Brady, com seu prêmio como MVP.
Tom Brady, com seu prêmio como MVP.John Samora (AP)

Três vezes considerado o melhor jogador da NFL, Brady afirma sentir-se mais profissional e orgulhoso de sua carreira. “Nada do que consegui foi com fraude”, insistiu, deixando claro que o último título não vai ficar manchado por esse assunto. A vida, concluiu, tem muitos altos e baixos. “Passaremos por isso e ficará tudo claro no momento certo”, afirmou, dando por encerrado o assunto.

Arquivado Em: