literatura

“Gostaria de ter um leitor ribeirinho do Amazonas”

Escritora brasileira responde a uma série de perguntas deste jornal

A escritora brasileira, Nélida Pinhão.
A escritora brasileira, Nélida Pinhão.

 Autora de dezenas de obras, Nélida Piñón (Rio de Janeiro, 1937) é considerada a irmã brasileira do boom latino-americano. Compartilhou vivências com Gabriel García Márquez, Carlos Fuentes e seu amigo, o nobel peruano Mario Vargas Llosa. Agora, Piñon acaba de assumir a direção da Cátedra José Bonifácio do Centro Ibero-americano da Universidade de São Paulo.

Pergunta. Qual é o último livro que te fez rir às gargalhadas?

Resposta. Em geral os livros não me fazem rir. No máximo me despertam um semi-sorriso, crítico ou solidário.

P. Qual é o seu leitor perfeito?

R. Gostaria um dia de ter um leitor ribeirinho do rio Amazonas.

P. Quais livros estão normalmente em sua mesinha de cabeceira?

R. Os livros contemporâneos não me bastam. Estou rodeada de livros de vários séculos para preencher as lacunas da minha exigente imaginação.

P. Qual livro mudou a sua vida?

R. Crime e Castigo, de Dostoiévski. Senti que nasceu em mim o sentido da consciência.

P. Qual é sua rotina diária para escrever?

R. Minha jornada é intensa. Leio e escrevo em casa, nos aviões, nos hotéis. Roubo tempo do tempo.

P. Qual personagem literário se parece com você?

R. Sherezade, minha siamesa. Pelo menos desejo ser sua réplica. Para quem a história não tem fim. É prorrogável.

P. Que livro daria a uma criança para introduzi-la à literatura?

R. Livros de aventura. Todo enredo que proponha abrir as janelas de casa, pular o muro, e que ela só volte quando for um pouco mais sábia.

MAIS INFORMAÇÕES

P. Que livro gostaria de ter escrito?

R. Dom Quixote, de Cervantes; Odisseia, de Homero; Dom Casmurro, de Machado de Assis.

P. Se pudesse comprar qualquer pintura, qual seria?

R. Qualquer uma de Velazquez ou de Veermes. São narradores do indizível.

P. O que te deixa sem dormir?

R. A tragédia, a dor, os desentendimentos e a insensatez me abalam, me tiram do centro da terra. Sofro como meus cachorrinhos Gravetinho e Susy Piñon.

P. Qual é seu lugar favorito em casa?

R. A casa toda. Não existe expurgo no meu coração.

P. O que sempre tem na sua geladeira?

R. Champagne, para me dar sorte ou receber os amigos.

P. Qual é sua página favorita na Internet?

R. Páginas de jornais espanhóis, franceses, americanos e ingleses. Acesso sempre de madrugada. Antes de dormir gosto de saber com quais notícias o mundo vai despertar.

Arquivado Em: