Verne

Banksy faz filme sobre a faixa de Gaza e novas obras em meio a escombros

Trabalhos incluem um gato, porque “na internet as pessoas só olham fotos de gatinhos”

O grafiteiro britânico Banksy publicou nesta quarta-feira no Youtube este vídeo sobre a Faixa de Gaza, intitulado Make this the year YOU discover a new destination (“faça deste o ano em que VOCÊ descobrirá um novo destino”). O clipe utiliza a linguagem típica das promoções turísticas para falar de Gaza, com frases como:

– “Bem distante das rotas turísticas (chega-se até lá através de uma rede de túneis ilegais).”– “Os locais gostam tanto que nunca vão embora (porque são impedidos de sair).”

– “Situado numa localização exclusiva (rodeado por um muro em três lados e por uma linha de navios armados no outro)”.

– “Vigiado por vizinhos amistosos (em 2014, a Operação Margem Protetora destruiu 18.000 moradias).”

–“Há oportunidades de desenvolvimento por todo lado (desde o bombardeio não se autoriza a entrada de cimento em Gaza).”

– “Amplas possibilidades de remodelação.”

View this post on Instagram

#Banksy #Gaza

A post shared by Banksy (@banksy) on

E nesse momento aparecem as obras que Banksy fez na região palestina. O vídeo se detém no desenho de um gato, e um homem palestino comenta: “Esse gato diz ao mundo todo que não tem alegria na sua vida. Ele encontrou algo com o que brincar. E os nossos filhos?”. Em seu site, Banksy explica que desejava publicar nessa página fotos que mostrassem a destruição de Gaza, “mas na internet as pessoas só olham fotos de gatinhos”.

O vídeo termina com um grafite em um muro: “Se lavarmos as mãos no conflito entre os poderosos e os que não têm poder, ficamos do lado dos poderosos: não nos mantemos neutros”.

O artista publicou na quarta-feira no Instagram uma dessas obras feitas em Gaza, a primeira vista no vídeo.

Usuários das redes sociais identificaram a imagem como sendo uma representação de Níobe, esposa do rei de Tebas que se orgulhava dos seus numerosos filhos e zombava de Leto por só ter dois, Apolo e Ártemis, que se vingaram dessas ofensas matando os descendentes dela.

O artista abriu sua conta do Instagram na ocasião da sua viagem pelos Estados Unidos, e não a atualizava desde outubro de 2013. As demais imagens que incluímos neste artigo estão publicadas no site dele. Não se trata da primeira visita de Banksy a Gaza – em 2005 ele já havia feito dois grafites no muro que separa Israel do território.

Arquivado Em: