Seleccione Edição
Login

Os Globos de Ouro da mudança nas categorias televisivas

'The Good Wife', 'Transparent' e 'True Detective' são as favoritas para levar os prêmios

Tina Fey e Amy Poehler garantem humor ácido à premiação.
Tina Fey e Amy Poehler garantem humor ácido à premiação. AFP

Este será um ano de mudanças entre os premiados nas categorias televisivas dos Globos de Ouro, que serão entregues na noite deste domingo em uma cerimônia de gala apresentada pela terceira vez consecutiva por Tina Fey e Amy Poehler. A cerimônia está prevista para começar às 23h (no horário de Brasília). Tanto em drama como em comédia haverá mudanças na premiação do Globo de Ouro, que gosta de reconhecer as novidades e sair dos limites claramente demarcados pelos Prêmios Emmy, muito mais conservador na hora de conceder seus prêmios.

The Good Wife sai na frente dos rivais nas apostas para o prêmio de melhor série dramática. A ficção do canal CBS conta com o respaldo majoritário da crítica e com uma ampla trajetória que a Associação de Jornalistas Estrangeiros de Hollywood tem este ano a oportunidade de reconhecer. Tanto sua protagonista, Julianna Marguiles, como Alan Cumming concorrem a prêmios por suas atuações. Esse drama no âmbito da advocacia já é um veterano nas cerimônias de entrega de prêmios, embora só conte em sua bagagem com um Globo de Ouro, o recebido por Marguiles em 2010 por sua interpretação de Alicia Florrick.

Ao lado de veteranas como a mencionada The Good Wife, a britânica Downton Abbey, o drama político House of Cards ou Game of Thrones , que volta a estar entre as séries mais destacadas do ano para os Globos de Ouro, também há novidades em drama. Como no ano passado ocorreu com Masters of Sex, este ano The Affair está amarrada ao quarteto que anseia pela categoria principal. Seus dois protagonistas, Dominic West e Ruth Wilson, também poderiam recolher o prêmio na noite deste domingo. Também poderá fazer isso Clive Owen, que disputa o prêmio de melhor ator dramático por The Knick.

Em comédia também há muitas novidades. Modern Family e seus atores, que ultimamente vinham dominando categorias de comédia da premiação, estão totalmente ausentes nesta ocasião, como também os protagonistas de The Big Bang Theory. Ganham destaque a comédia dramática Transparent (Movistar Series), produzida pela Amazon e na qual o protagonista, Jeffrey Tambor, parte como favorito para levar o Globo de Ouro graças à sua interpretação de um professor aposentado que decide anunciar aos filhos sua transsexualidade.

Outra surpresa nas nomeações é a comédia Jane the Virgin, que deu ao canal The CW suas primeiras candidaturas aos Globos de Ouro ao disputar nas categorias de melhor comédia e melhor atriz de comédia (Gina Rodriguez). Também estreia a novata Silicon Valley, enquanto Girls e sua protagonista, Lena Dunham, voltam a estar entre os indicados. Por fim, Orange is the New Black este ano conseguiu três candidaturas ao ter deixado de concorrer como drama, passando a fazê-lo como comédia, o que demonstra a linha tão fina que separa humor e drama em muitos dos candidatos nessas categorias (algo que costuma ocorrer também nas candidaturas cinematográficas desses prêmios).

2014 foi um grande ano para as minisséries, com dois títulos que se destacam sobre os demais nas nomeações: True Detective e Fargo. A primeira foi um dos fenômenos televisivos do ano. Embora o fato de ter sido exibida há quase um ano seja um fator que a prejudique, os eleitores tiveram boa impressão dela e de seus protagonistas, já que conseguiu reunir quatro candidaturas. Cinco são as de Fargo, sua principal rival esta noite, uma série protagonizada por Martin Freeman e Billy Bob Thornton, que dividem a disputa pelo prêmio com a dupla formada por Matthew McConaughey e Woody Harrelson.

MAIS INFORMAÇÕES