Seleccione Edição
Login

Tarrafa Literária, um banquete literário para leitores

O encontro acontece em Santos de 26 a 28 de setembro com debates sobre livros e atrações paralelas, como o primeiro prêmio literário do país entregue a um leitor

O escritor argentino Alan Pauls participa de um debate.
O escritor argentino Alan Pauls participa de um debate.

Os leitores brasileiros podem e devem celebrar o fato de que há cada vez mais eventos literários no país, mas a verdade é que a grande maioria deles está muito mais voltada ao autor do que ao leitor como a estrela da festa. Não é esse o caso da Tarrafa Literária, cuja 6ª edição acontece entre os dias 26 e 27 de setembro em Santos, onde foi fundada pelo livreiro e editor José Luiz Tahan, dono da simpática Realejo Livros.

Apoiada no formato dos debates, a Tarrafa conta com a presença de ilustres escritores, é claro, mas parte das curiosidades de quem os lê para estabelecer os temas de conversa e a própria seleção de convidados – aqueles autores que despertam atenções no dia a dia da livraria que, segundo explica Tahan, é sua eterna fonte inspiradora. “É uma radicalização do trabalho do livreiro. Queremos sacudir as pessoas que ainda podem ter vontade de ler, como fazemos todos os dias na Realejo”, explica.

Terão nesta edição 12 debates sobre temas diversos, como futebol, jornalismo e biografias, e haverá também shows, oficinas e uma programação especial para crianças, a Tarrafinha. Amir Klink falará com o argentino Alan Pauls, por exemplo, da “vista para o mar”; Mauro Ventura conversará com o espanhol Antonio Altarriba sobre “memórias de subsolos”; Ignacio de Loyola Brandão e o argentino Carlos María Domínguez discutirão “livros que habitam livros”; e Marcelo Backes e o português Rui Zink vão debater “bola de papel”.

Outra atração imperdível é a presença no país, pela primeira vez, do romancista e roteirista norte-americano Tom Perrota, indicado ao Oscar e ao Globo de Ouro por Pecados Íntimos e autor dos premiados Eleição, A Professora de Abstinência e Os Deixados Para Trás, que foi transformado em série pela HBO. Perrota irá a Santos e participará de um jornada de programação que acontece no sábado, 27 de setembro, em São Paulo, na Livraria da Vila, ao lado de Alan Pauls e Carlos María Domínguez.

O evento tem programação 100% gratuita e se concentra no Teatro Guarany e em outros pontos da cidade de Santos não por acaso. “Queremos resgatar e manter viva a vocação cosmopolita da cidade, onde muitas culturas convivem faz tempo, por causa do porto”, diz Tahan. A própria Realejo Livros e Edições, livraria e editora, vive diariamente essa afinidade com misturas de brasileiros e estrangeiros e de gêneros literários. Lá são editados tanto livros do Pelé (Pelé 70, A importância do futebol) e Moacir Assunção (Ficha Limpa - A Lei da Cidadania), como os do mexicano Juan Pablo Villalobos (No estilo de Jalisco) e do norte-americano Krishna Das (Cantar para viver), entre outros.

Leitores premiados

Duas novidades marcam esta edição da Tarrafa. A primeira é a Tarrafa Gastronômica, realizada em parceria com alguns dos principais restaurantes e chefs de cozinha da baixada para oferecer pratos da gastronomia local e preços exclusivos para o festival.

A outra, ainda mais atraente, é a criação do Prêmio Mindlin, uma iniciativa inédita de premiar leitores (ao invés de escritores) no marco de uma festa literária. O objetivo da novidade – que foi anunciada na noite de quinta-feira – é homenagear José Mindlin, escritor e bibliófilo brasileiro dono da maior biblioteca particular da América Latina e também estimular o hábito de ler.

O prêmio passa a valer a partir do ano que vem. Para concorrer, os interessados deverão escrever uma crônica a partir do tema “O livro que nunca me esqueci”, seguindo o exemplo do homenageado, que busca prazer e conhecimento nos livros.

Confira a programação completa no site da Tarrafa Literária, que terá inclusive streaming ao vivo das mesas de debate.