Copa do Mundo 2014 | URUGUAI

Mujica faz duras críticas à FIFA

O presidente uruguaio chama os dirigentes da instituição de "velhos filhos da puta" e diz que a sanção a Suárez é "fascista"

O presidente uruguaio, José Mujica, em uma entrevista.
O presidente uruguaio, José Mujica, em uma entrevista.Bernardo Perez

O presidente de Uruguai, José Mujica, insultou duramente os dirigentes da FIFA ao chamá-los de "velhos filhos da puta" por causa da multa imposta ao jogador Luis Suárez, castigo que qualificou de "fascista".

Mais informações

As declarações foram dadas no aeroporto de Montevidéu, ao qual o presidente uruguaio se dirigiu para receber os jogadores da seleção uruguaia, de volta ao país depois da derrota contra a Colombia no último sábado. Ao ser questionado sobre a expulsão de Suárez, Mujica não teve papas na língua e respondeu que "os [integrantes] da FIFA são um bando de velhos filhos da puta".

Depois de fazer o comentário, Mujica tapou a boca com a mão, dando-se conta de que sua afirmação estava sendo gravada para a televisão. Mas, depois desse gesto, disse ao jornalista que a publicasse, se quisesse.

"Podiam aplicar uma sanção, mas não multas fascistas", continuou dizendo ao jornalista de La hora dos Deportes, um conhecido programa da televisão pública uruguaia, sobre a punição imposta sobre o atacante uruguaio.

Suárez foi castigado com nove partidas internacionais, quatro meses de inabilitação para qualquer atividade relacionada com o futebol e 82.000 euros de multa pela mordida que deu no jogador italiano Giorgio Chiellini durante o Mundial.