Copa do Mundo 2014 | ITALIA 0 x 1 URUGUAI

Luis Suárez volta a morder

O uruguaio, que já atacou outro jogador quando jogava no PSV, e Ivanovic do Chelsea, na última temporada, dá uma mordida em Chiellini durante o Uruguai x Itália

Suárez, depois de morder Chiellini.
Suárez, depois de morder Chiellini.Matthias Hangst (Images)

Luis Suárez voltou a ser canibal. As 10 partidas de multa que a federação inglesa lhe impôs por morder Ivanovic, zagueiro sérvio do Chelsea, parece que não foi o suficiente para que o atacante do Liverpool pensasse duas vezes antes de voltar a dar uma dentada em um jogador rival. Desta vez a vítima foi Chiellini, zagueiro do Juventus, e o palco uma vitrine sem igual: o estádio Das Dunas, no último suspiro da partida que deixou a Itália de fora do Mundial.

Essa não foi a primeira vez que o jogador do Liverpool fez algo assim. A agressão do uruguaio tem um precedente. Em 2010, quando jogava no Ajax, ele mordeu quase à altura do pescoço Bakkal, meio-campista do PSV Eindhoven e foi castigado com a suspensão por sete partidas. 17 jogos fora do campo não foram suficientes para o jogador.

Na Inglaterra a agressão causou um rebuliço formidável. O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, através de um porta-voz, pediu uma dura penalização para o jogador. E inclusive a Adidas, um de seus patrocinadores, criticou com dureza seu comportamento agressivo.

Chiellini mostra a marca dos dentes de Suárez, depois da mordida.
Chiellini mostra a marca dos dentes de Suárez, depois da mordida.Tony Gentile (REUTERS)

Soa agora como uma premonição o titular do The Sun convidar os ingleses a “devolver a mordida” para o Uruguai, em clara alusão aos antecedentes de Suárez. No entanto, o Uruguai acabou por comer o time do treinador Hodgson (2-1) e a mordida só voltou à boca de sempre: o faminto por gols e, pelo que parece, por outro castigo exemplar.

Arquivado Em: