lionel messi

O Barça melhora o contrato de Messi

O clube aumentará o salário do futebolista, que dos 13 milhões de euros líquidos passará a perceber cerca de 20 Se mantêm cláusula de rescisão (250 milhões) e duração (2018)

Messi com Pinto, no treinamento de hoje.
Messi com Pinto, no treinamento de hoje.Manu Fernandez (AP)

O Barcelona e o Leo Messi chegaram finalmente a um acordo esta manhã para melhorar o contrato do jogador. O clube aumentará o salário do futebolista, que dos 13 milhões de euros líquidos (39 milhões de reais) passará a receber cerca de 20 (60 milhões de reais), com a expectativa de que se converta no jogador mais bem pago do mundo de acordo com seu cartaz de número 1. O novo contrato, que será assinado ao longo dos próximos dias, contempla a mesma cláusula de rescisão (758 milhões de reais) e a duração, até 2018, a mesma que o anterior.

A principal armadilha do acordo foram os direitos de imagem do jogador depois que a instituição solicitou participar de uma parte, pedido que não agradou o jogador. Em troca de uma compensação. Messi poderia renunciar o patrocínio de Turkish Airlines e deixar que o Barça utilize sua imagem nos direitos de imagem que compartilham as duas partes. A atualização do contrato de Messi era considerada prioritária depois que o caso do contrato de Neymar saísse à luz durante a temporada.

Trata-se da sétima revisão de contrato da Pulga. A primeira que o clube fez foi em junho de 2005. Nesse mesmo ano, em setembro, o argentino voltou a passar pelos escritórios. Já no time principal, em janeiro de 2007 prolongou seu compromisso com o Barça até 2014 e apenas cinco meses depois, em junho, melhorou sua contratação depois da chegada de Guardiola e a saída de Ronaldinho. Em setembro de 2009 ampliou seu vínculo até 2016 e sua cláusula se elevou a 150 milhões de euros (454 milhões de reais). No ano passado, em 2013, o clube renovou seu contrato até 2018, com um salário de 39 milhões de reais.

Arquivado Em: