Seleccione Edição
Login

Médicos na periferia

Uma profissional de um dos bairros mais pobres e violentos de São Paulo conta ao EL PAÍS um dia de trabalho na periferia

  • A médica Luciana Defendi Navarrete, 37, na favela onde trabalha no Capão Redondo, no extremo sul de São Paulo.
    1A médica Luciana Defendi Navarrete, 37, na favela onde trabalha no Capão Redondo, no extremo sul de São Paulo.
  • Sala de espera do posto do Jardim São Bento, na zona sul de São Paulo.
    2Sala de espera do posto do Jardim São Bento, na zona sul de São Paulo.
  • Corredor da UBS Jardim São Bento, onde pessoas aguardam para realizar exames
    3Corredor da UBS Jardim São Bento, onde pessoas aguardam para realizar exames
  • Pessoas esperam para realizar exames na UBS Jardim São Bento.
    4Pessoas esperam para realizar exames na UBS Jardim São Bento.
  • Quadro com planejamento da equipe de Saúde da Família da médica Luciana Defendi Navarrete, que é adventista.
    5Quadro com planejamento da equipe de Saúde da Família da médica Luciana Defendi Navarrete, que é adventista.
  • A médica Luciana Defendi Navarrete atende a dona de casa Cintia Salvador do Mundo, 58. Com caroços nos seios, a mulher foi encaminhada para uma consulta com um mastologista, mas não havia vagas.
    6A médica Luciana Defendi Navarrete atende a dona de casa Cintia Salvador do Mundo, 58. Com caroços nos seios, a mulher foi encaminhada para uma consulta com um mastologista, mas não havia vagas.
  • A médica Luciana Defendi Navarrete, 37, e agente de saúde Sueli Torres, 31, visitam uma casa em uma favela do Capão Redondo, extremo sul de São Paulo.
    7A médica Luciana Defendi Navarrete, 37, e agente de saúde Sueli Torres, 31, visitam uma casa em uma favela do Capão Redondo, extremo sul de São Paulo.
  • João de Freitas Gomes, 89, passa por atendimento em sua casa ao lado da filha, a faxineira Roneide Freitas Gomes, 60.
    8João de Freitas Gomes, 89, passa por atendimento em sua casa ao lado da filha, a faxineira Roneide Freitas Gomes, 60.
  • Sebastiana de Meneses, 89, chora ao ser atendida. Com catarata, ela teme fazer a cirurgia para se livrar da enfermidade.
    9Sebastiana de Meneses, 89, chora ao ser atendida. Com catarata, ela teme fazer a cirurgia para se livrar da enfermidade.
  • Maria Senhora Rosa Bispo, 93, mostra o pé machucado à médica durante visita domiciliar.
    10Maria Senhora Rosa Bispo, 93, mostra o pé machucado à médica durante visita domiciliar.
  • A equipe em visita a Antônia Vicente da Silva, 98, que teve um Acidente Vascular Cerebral por causa da hipertensão, e a irmã dela, Nair Vicente da Silva Santos, 68, que desenvolveu uma bursite no braço.
    11A equipe em visita a Antônia Vicente da Silva, 98, que teve um Acidente Vascular Cerebral por causa da hipertensão, e a irmã dela, Nair Vicente da Silva Santos, 68, que desenvolveu uma bursite no braço.