Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine
NBA

Westbrook anota 42º triplo-duplo, bate recorde e acerta triplaço vencedor

Armador do OKC bate marca de 54 anos e vence jogo contra o Denver ao marcar cesta de três no último arremesso

Westbrook celebra a cesta vitoriosa em Denver. AP / EFE

Russell Westbrook demonstrou sua extraordinária capacidade de acumular estatísticas excepcionais nas facetas essenciais de um jogo de basquete: 50 pontos, 16 rebotes e 10 assistências, e também para resolver no último momento. Ele decidiu o jogo com uma cesta de três, de quase oito metros de distância, na última bola da partida, que estabeleceu o placar: Denver Nuggets 105 x 106 Oklahoma City Thunder. Assim completou uma impressionante atuação em Denver e deu a vitória ao seu time, o Thunder, que descontou 14 pontos nos últimos 5 minutos e meio, embora a 47 segundos do final continuasse sete pontos atrás (105x98).

Foi o 42º triplo-duplo de Westbrook na temporada. Bateu o recorde de 41 do lendário Oscar Robertson, atingido na temporada 1961-1962, o qual já havia igualado no jogo contra o Milwaukee na terça-feira. Além disso, Westbrook se tornou o segundo jogador na história da competição a completar uma temporada com uma média de triplo-duplo por jogo, já que, aconteça o que acontecer nas duas partidas ainda a disputar pelo Thunder na temporada regular – terça-feira contra o Minnesota e quarta-feira novamente contra o Denver –, ele não baixará dos dois dígitos em pontos (31,7, cestinha da temporada), rebotes (10,7) e assistências (10,4).

Oscar Robertson, na mesma temporada em que somou 41 triplos-duplos com o Cincinnati Royals também teve uma média triplo-dupla: 30,8 pontos, 12,5 rebotes e 11,4 assistências. Foi até agora o único capaz de completar uma temporada com números dessa magnitude em três seções diferentes da estatística.

O 42º triplo-duplo resistiu a Westbrook. Ele encaminhou muito bem a façanha, mas custou que algum companheiro acertasse o arremesso para garantir alguns de seus passes como assistências. Kanter e Sabonis, duas vezes, erraram arremessos fáceis. O público de Denver os vaiou. Mas, finalmente, quando faltavam pouco mais de quatro minutos, Westbrook deu uma assistência a Christon, que sozinho e perto da linha de fundo, marcou o triplo que validou a décima assistência do armador do Thunder. O público, então, ovacionou o jogador. Mas faltava um inesperado golpe final. No último ataque do jogo, Kanter deu um passe a Westbrook e este, numa posição difícil e distante, marcou o triplo que significou a vitória de sua equipe e deu o toque final à histórica jornada. Gallinari foi o cestinha dos Nuggets, com 34 pontos, além de 10 rebotes. Juancho Hernangómez marcou 3 pontos e conseguiu 2 rebotes durante os 13 minutos em que esteve na quadra.

O Cleveland perdeu em Atlanta (126x125) depois de uma prorrogação e de desperdiçar uma vantagem de 26 pontos no último quarto. A derrota pode custar muito caro aos Cavaliers, que agora têm a mesma campanha que os Celtics: 51 vitórias e 29 derrotas. O Cleveland jogará em Miami na segunda-feira e encerrará sua temporada regular contra o Toronto na quarta-feira. Os Celtics fazem seus dois últimos jogos em casa para terminar a fase regular, na segunda-feira contra o Brooklyn e na quarta-feira contra o Milwaukee.

Lebron James, durante a derrota contra o Atlanta.
Lebron James, durante a derrota contra o Atlanta. USA Today Sports

A partida entre Atlanta e Cleveland teve quase de tudo: um triplo-duplo de Lebron James, o 13º da temporada, com 32 pontos, 16 rebotes e 10 assistências. Millsap foi o primeiro herói dos Hawks ao forçar a prorrogação com um arremesso no último lance. Também foi o cestinha de sua equipe com 22 pontos e o melhor reboteiro com 9 bolas.

As ações decisivas na prorrogação foram um triplo de Muscala, seguido de uma roubada de bola e uma cesta de Bazemore, que levou o placar a 126x122. Kyrie Irving cometeu uma falta no ataque que acabou com as últimas chances de sua equipe, apesar de seu triplo no último lance, que definiu o placar final em 126x125 e elevou sua conta aos 45 pontos. LeBron James foi eliminado por faltas pessoais a apenas dois minutos do fim da prorrogação.

Os Hawks também contaram com boas contribuições de Hardaway, com 21 pontos, e Dwight Howard, com 19. Calderón jogou durante 12 minutos e anotou 2 pontos, 3 rebotes e 3 assistências.

O Houston venceu em Sacramento (128x135). James Harden acrescentou outro triplo-duplo e já tem 21 na temporada. Fez 35 pontos, 15 assistências e 11 rebotes. O Houston enfrentará o Oklahoma na primeira rodada dos playoffs, nos quais também está definido o duelo entre San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies, ou seja, entre Pau e Marc Gasol.

O Toronto bateu os Knicks (97x110). A equipe canadense tem 50 vitórias e é a terceira no Leste quando só tem mais uma partida a disputar, contra o Cleveland. DeRozan, com 35 pontos; Lowry, com 17 pontos e 11 assistências; Patterson, com 15 pontos, e Ibaka, com 12 pontos e 4 rebotes foram os maiores destaques na vitória dos Raptors. Os Knicks, com uma equipe desfalcada de Rose, Carmelo Anthony, Porzingis e Noah, tiveram Willy Hernangómez como cestinha e reboteiro. O pivô espanhol igualou sua melhor pontuação, com 24 pontos, além de 11 rebotes, 5 assistências e 3 roubadas de bola.

MAIS INFORMAÇÕES