Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

TSE adia o julgamento da chapa Dilma-Temer

Ministros decidem ouvir João Santana e o julgamento não será retomado antes do fim de abril

Julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE
O presidente Michel Temer, nesta segunda-feira em São Paulo. REUTERS
Brasilia / São Paulo

O julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi adiado. Os sete ministros da Corte, entre eles o relator Herman Benjamin, aceitaram o pedido da defesa e concederam mais prazo para que os advogados de Dilma Rousseff e Michel Temer apresentem suas alegações finais sobre as acusações de corrupção na campanha presidencial de 2014. Com isso, o julgamento no TSE, iniciado nesta terça-feira, 4 de abril, não será retomado antes do fim do mês.

Veja como foi a sessão no TSE do julgamento da chapa Dilma-Temer:

MAIS INFORMAÇÕES