Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Theresa May assina carta que pede a saída do Reino Unido da UE

A primeira-ministra britânica firma uma missiva histórica que dá início ao divórcio com a Europa

A primeira-ministra britânica Theresa May.
A primeira-ministra britânica Theresa May.

Theresa May já assinou a carta dirigida ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, invocando o artigo 50 do Tratado de Lisboa. Com essa missiva, a primeira-ministra britânica informa oficialmente a Bruxelas que dará início à negociação para abandonar a União Europeia (UE), como decidiram os britânicos no referendo de julho de 2016.

May foi retratada com uma caneta na mão e uma pasta marrom onde guarda a carta histórica que coloca fim a 44 anos de relação. Rubricou-a numa sala que exibe o retrato de Robert Walpole, considerado o primeiro a ocupar o cargo que May hoje ostenta. A foto foi divulgada às 18h (hora de Brasília).

Com a assinatura de May, tem início um processo irreversível que concluirá com o Brexit [a saída do Reino Unido da UE], no máximo em 30 de março de 2019, ou antes, se o país puder negociar a sua saída num prazo inferior aos dois anos previstos.

Em 17 de janeiro passado, a primeira-ministra já havia expressado suas prioridades prévias à negociação. Na época, deixou claro que buscará um acordo vantajoso para o Reino Unido e que o país não pretende, em nenhum caso, continuar sendo um “membro parcial” do bloco, ainda que isto signifique abrir mão de integrar o mercado único.

MAIS INFORMAÇÕES