Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Apple Park será inaugurada em abril

Nova sede da empresa, desenhada por Steve Jobs, vai funcionar com energia renovável e aposentará o Apple Campus

Recriação da entrada do Apple Campus. No vídeo, o Apple Park em construção. Apple / PEV

A Apple se prepara para a maior mudança da sua história. Em abril vai começar a esperada mudança de sede. Mais de 12.000 funcionários deixarão o atual espaço para se mudar a uma nova sede, chamado Apple Park, a poucos quilômetros sem sair da cidade que aparece em cada um de seus produtos. Em cada invenção da Apple incluem um “Criado em Cupertino (Califórnia)”, embora neste caso tenha sido projetado pela equipe do arquiteto britânico Norman Foster. E não usam “fabricado” porque quase toda a produção é feita na China.

Os novos escritórios vão ocupar 70 hectares. A mudança vai levar seis meses. O espaço central, dedicado ao lazer e encontro entre trabalhadores, será chamado Steve Jobs, em memória ao fundador da empresa, que também projetou a nova sede. Embora sejam 12.000 pessoas que vão mudar de espaço, contam com capacidade para acomodar o dobro de funcionários.

Tim Cook, atual CEO, acredita que Jobs era um visionário: “A visão que Steve tinha da Apple estava à frente de seu tempo. Sua intenção era que o Apple Park se tornasse o centro da inovação para as gerações futuras. Os espaços de trabalho e as áreas verdes estão projetadas para inspirar nossa equipe e proteger o meio ambiente. Conseguimos construir um dos edifícios com melhor rendimento energético do mundo, e o campus vai funcionar exclusivamente com energia renovável”.

Detalhe do Apple Park.

Laurene Powell, viúva de Jobs – que faria 62 anos na sexta-feira – lembrou através de um comunicado da Apple os gostos de seu marido: “Steve era fascinado pela luz e a extensão da paisagem da Califórnia. Era sua fonte de inspiração. E o Apple Park reflete isso perfeitamente. Neste campus tão luminoso ele teria alcançado grandes conquistas, como farão os funcionários da Apple”.

Como na sede atual, haverá uma loja Apple Store e um centro de visitantes, algo que agora é muito demandado mas que não existe. Só os funcionários terão 3,2 quilômetros de trilhas para caminhada, árvores frutíferas, jardins e uma lagoa central, assim como academia de 9.290 metros quadrados. Seu edifício circular, cuja execução exigiu que comprassem uma fábrica de vidro, levou mais tempo do que o inicialmente previsto. Em 7 de junho de 2011, poucos meses antes de morrer, Jobs defendeu o projeto, apesar do desgaste físico, na prefeitura da cidade.

Na apresentação do mais recente iPad em março de 2016, Cook disse que seria a última vez que os jornalistas visitavam o campus. Não foi assim. Os prazos da última criação de Norman Foster e seus sócios foram adiados. Foster também é o autor do novo prédio do Facebook, bem como da loja mais moderna da Apple, localizada em Union Square, na área mais comercial de São Francisco. O Apple Park terá 9.000 árvores e vai funcionar com energia renovável, já que o telhado é equipado com painéis solares. Nos seus planos também há um sistema de ventilação que vai evitar o uso de ar condicionado ou aquecimento por nove meses ao ano.

MAIS INFORMAÇÕES