Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

A Apple vai aumentar o preço do iPhone?

O popular telefone celular da Apple comemora seu décimo aniversário e os analistas esperam um modelo especial que poderia ser o mais caro lançado até agora

Imagem de um iPhone 7. REUTERS

Até quanto pagaríamos para desfrutar do último modelo do iPhone? Parece que a Apple poderia pôr à prova sua legião de seguidores propondo um preço recorde para seu próximo smartphone caso sejam confirmadas as últimas publicações da imprensa especializada: 1.000 dólares (cerca de 3.110 reais) pela versão premium do iPhone 8, devido ao alto nível de materiais e tecnologia do aparelho.

A Fast Company cita com segurança alguns detalhes do iPhone 8, que obteve com exclusividade de fontes relacionadas com a produção do aparelho. Refere-se à incorporação de painéis OLED para a tela do celular e a empresa teria se aprovisionado de tal maneira dos mesmos que teria esgotado a capacidade de produção diante do esperado dilúvio de pedidos. Esses painéis custariam o dobro dos que equipam a versão anterior do iPhone e seriam uma das causas que explicariam um preço mais alto.

A nova tela pode incorporar panéis OLED

Mas, além da tela, o iPhone X – como teria sido batizado internamente na empresa – dispensou totalmente os botões físicos, apresentando um design monolítico. A Apple substituiria seu famoso botão home por uma superfície tátil que ofereceria ao usuário muito mais opções na pressão. O celular também eliminaria as bordas da tela, de modo que toda a superfície tátil seria tela e a parte traseira seria de vidro, algo que daria ao iPhone um aspecto mais premium.

Também se especula que o iPhone X possua o esperado carregamento sem fio e, de fato, a KGI Securities diz que todos os iPhone apresentados neste ano terão essa forma de carregamento da bateria. Se os prazos que a Apple cumpre com pequenas variações forem respeitados, o iPhone 8 seria apresentado no final do ano e em três dimensões: 4,7, 5,5 e 5,8 polegadas, este último o modelo mais avançado com a mencionada tela OLED e o chamado para cruzar o Rubicão dos mil dólares.

MAIS INFORMAÇÕES