Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Lucas Hernández, jogador do Atlético de Madrid, é detido por suspeita de violência doméstica

Zagueiro francês foi liberado após prestar depoimento sobre agressão a namorada e responderá ao caso em liberdade

Lucas Hernandez
Lucas, em um treino do Atlético de Madrid. EFE

O jogador do Atlético de Madrid Lucas Hernández foi detido na madrugada desta sexta-feira (3) em sua casa, acusado de ter agredido sua namorada, segundo confirmaram fontes da Polícia Civil local. A mulher teve que ser levada a um hospital. O jogador prestou depoimento no Juizado de Violência contra a Mulher de Las Rozas, região metropolitana de Madri, entre a madrugada e a manhã desta sexta-feira, e, após ser ouvido, foi liberado para responder ao processo em liberdade.

A juíza Elena Garade García definiu uma ordem de afastamento de 500 metros entre Lucas e a namorada, segundo fontes judiciais. Até esta sexta-feira, a vítima não havia apresentado formalmente nenhuma denúncia contra ele, já que espera consultar um advogado, ainda de acordo com fontes da investigação.

A detenção do jogador de 20 anos, um dos jovens atletas com maior projeção do atual elenco e do Campeonato Espanhol, ocorreu às duas e meia da madrugada (hora local), segundo informaram fontes da Polícia Civil. Lucas foi algemado e levado às dependências policiais. Ali permaneceu, enquanto se concluíam os procedimentos judiciais. A mulher foi atendida em uma ambulância e posteriormente levada a um centro hospitalar. Os investigadores esperam o laudo médico para verem a gravidade das lesões.

Lucas Hernández nasceu em Marselha (França). É filho de Jean-François Hernández, que jogou no Rayo Vallecano e jogava no Olympique de Marseille quando nasceu Lucas. O zagueiro estreou na primeira equipe do Atlético de Madrid em 3 de dezembro de 2014. Na comissão técnica consideram-lhe um dos herdeiros naturais de Godín, um dos ídolos e principais defensores do clube. É irmão de Theo Hernández, lateral-esquerdo do Atlético cedido ao Alavés até final de temporada.

O treinador do Atlético de Madrid, Diego Pablo Simeone, evitou referir-se ao ocorrido com Lucas Hernández. "Na realidade, não tenho nenhuma informação oficial do que passou e, obviamente, não a tendo, me pareceria apressado dar uma opinião", disse, apesar da insistência dos jornalistas: "Não tenho informação oficial para poder comentar algo". 

MAIS INFORMAÇÕES