Wolfram Eilenberger: “É perigoso achar que a filosofia ajuda a conseguir a felicidade”

Em seu novo ensaio, lançado há pouco no Brasil, o escritor alemão entrelaça as obras de Benjamin, Wittgenstein, Heidegger e Cassirer