O antes e o depois da erupção catastrófica do vulcão de La Palma

Uma comparação de imagens de drones e de satélite mostra a verdadeira magnitude do desastre nas Ilhas Canárias, com quase 400 edifícios já destruídos pela lava

img-beforeimg-after
La Palma antes e depois da erupção de lava do vulcão Cabildo de la Palma | Cabildo de la Palma

A língua de lava do vulcão canário Cabeza de Vaca, transformada em rolo compressor de até 12 metros de altura que avança sem parar à velocidade de uma lesma, já destruiu cerca de 400 edifícios, segundo dados publicados neste sexta-feira por Copernicus, o Programa de Observação da Terra da União Europeia. O conselho municipal de La Palma ofereceu as imagens impressionantes do antes e do depois da erupção. A comparação nos permite avaliar a verdadeira magnitude do desastre.

A imagem antes da erupção, fornecida pela empresa multinacional de informações geográficas Esri, foi obtida em 2020 por um satélite. A fotografia atual, com as casas já lavadas pela lava, foi capturada na quinta-feira por um drone. A lava já ocupa mais de 180 hectares, 14 a mais do que apenas 11 horas antes, de acordo com os últimos dados do Copernicus. O serviço europeu estima que a lava já destruiu 14 quilômetros de estradas.

É uma catástrofe em câmera lenta. A frente da língua percorreu 463 metros em 17 horas. Sua velocidade mal ultrapassa 27 metros por hora. Centenas de vizinhos acompanharam enquanto perdiam tudo, centímetro por centímetro. Além disso, nesta sexta-feira, o Governo das Canárias alertou para a “intensificação do fenômeno explosivo”, com o aumento dos materiais sólidos lançados pelo vulcão.

Mais informações

Arquivado Em

Logo elpais

Você não tem mais histórias grátis este mês.

Inscreva-se para continuar lendo

Desfrute de acesso ilimitado com sua assinatura.

Melhoria

Assinar em

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: