Seleccione Edição
Login
museo del prado

Um passeio pelo Museu do Prado em comemoração ao seu bicentenário

12 fotos

Em 19 de novembro celebram-se os 200 anos da instituição espanhola

  • Embora o museu tenha sido fundado em 19 de novembro em 1819, o edifício que serve de sede foi desenhado em 1785 pelo arquiteto Juan de Villanueva como Gabinete de Ciências Naturais por ordem de Carlos III. Seu neto, o rei absolutista Fernando VII, se encarregaria de depositar, décadas depois, parte das coleções reais formadas desde o século XVI, primeiro com os Habsburgo e posteriormente com os Bourbon. Na imagem, um grupo de estudantes visitam o Museu do Prado.
    1Embora o museu tenha sido fundado em 19 de novembro em 1819, o edifício que serve de sede foi desenhado em 1785 pelo arquiteto Juan de Villanueva como Gabinete de Ciências Naturais por ordem de Carlos III. Seu neto, o rei absolutista Fernando VII, se encarregaria de depositar, décadas depois, parte das coleções reais formadas desde o século XVI, primeiro com os Habsburgo e posteriormente com os Bourbon. Na imagem, um grupo de estudantes visitam o Museu do Prado.
  • Entre as peças que acumularam os diferentes monarcas espanhóis, destacam-se tesouros como 'O jardim das delícias', do Bosch; 'O cavaleiro com a mão no peito', de El Greco; 'As meninas', de Velázquez, e 'A família de Carlos IV', de Goya. Na imagem, uma das salas do museu.
    2Entre as peças que acumularam os diferentes monarcas espanhóis, destacam-se tesouros como 'O jardim das delícias', do Bosch; 'O cavaleiro com a mão no peito', de El Greco; 'As meninas', de Velázquez, e 'A família de Carlos IV', de Goya. Na imagem, uma das salas do museu.
  • Um visitante contempla a obra 'O jardim das delícias', de Hieronymus Bosch.
    3Um visitante contempla a obra 'O jardim das delícias', de Hieronymus Bosch.
  • Desde o início da Guerra Civil Espanhola, em 1936, foi desenvolvida a mais importante operação de salvamento de patrimônio espanhol da história: um êxodo que se prolongou durante três anos em que as forças republicanas evacuaram da Espanha as principais obras do museu. Na imagem, um pintor reproduz uma das obras expostas no Prado.
    4Desde o início da Guerra Civil Espanhola, em 1936, foi desenvolvida a mais importante operação de salvamento de patrimônio espanhol da história: um êxodo que se prolongou durante três anos em que as forças republicanas evacuaram da Espanha as principais obras do museu. Na imagem, um pintor reproduz uma das obras expostas no Prado.
  • Atualmente gerenciado por Miguel Falomir, o Prado teve cerca de trinta diretores ao longo de sua história. Durante a Guerra Civil, Pablo Picasso foi nomeado diretor pelo Governo da Segunda República, embora nunca chegou a tomar posse, mas também jamais foi destituído. Na imagem, uma visitante observa o quadro 'Decapitação de São João Baptista e banquete de Herodes', de Strobel.
    5Atualmente gerenciado por Miguel Falomir, o Prado teve cerca de trinta diretores ao longo de sua história. Durante a Guerra Civil, Pablo Picasso foi nomeado diretor pelo Governo da Segunda República, embora nunca chegou a tomar posse, mas também jamais foi destituído. Na imagem, uma visitante observa o quadro 'Decapitação de São João Baptista e banquete de Herodes', de Strobel.
  • Ao longo destes dois séculos, o número de visitantes foi crescendo exponencialmente até alcançar os 3.672.853 em 2018. Na imagem, uma visitante tira uma foto com a obra 'As meninas', de Velázquez.
    6Ao longo destes dois séculos, o número de visitantes foi crescendo exponencialmente até alcançar os 3.672.853 em 2018. Na imagem, uma visitante tira uma foto com a obra 'As meninas', de Velázquez.
  • Neste período, várias reformas foram realizadas no edifício Villanueva original, a primeira em 1847. Na imagem, 'Felipe IV', retrato de Velázquez.
    7Neste período, várias reformas foram realizadas no edifício Villanueva original, a primeira em 1847. Na imagem, 'Felipe IV', retrato de Velázquez.
  • O projeto de ampliação mais ambicioso foi realizado entre 2001 e 2007, quando Rafael Moneo desenhou um anexo à sede original, a chamada ampliação dos Jerónimos. Na imagem, um grupo de turistas estrangeiros visita o Museu do Prado.
    8O projeto de ampliação mais ambicioso foi realizado entre 2001 e 2007, quando Rafael Moneo desenhou um anexo à sede original, a chamada ampliação dos Jerónimos. Na imagem, um grupo de turistas estrangeiros visita o Museu do Prado.
  • Atualmente, o Prado possui 8.100 obras, das quais cerca de 1.300 são exibidas em suas salas ao longo de todo o ano da coleção permanente. Na imagem, um visitante observa o tríptico 'A carroça de feno', do Bosch.
    9Atualmente, o Prado possui 8.100 obras, das quais cerca de 1.300 são exibidas em suas salas ao longo de todo o ano da coleção permanente. Na imagem, um visitante observa o tríptico 'A carroça de feno', do Bosch.
  • Entre as joias da pinacoteca, além dos anteriormente mencionados, destacam-se quadros como 'A anunciação', de Fra Angélico; 'O descida da cruz', de Roger van der Weyden; o 'Autorretrato de Alberto Durero' e 'As três graças', de Rubens. Na imagem, visitantes em uma galeria do Prado, ao fundo no centro está a obra 'As três graças', de Rubens.
    10Entre as joias da pinacoteca, além dos anteriormente mencionados, destacam-se quadros como 'A anunciação', de Fra Angélico; 'O descida da cruz', de Roger van der Weyden; o 'Autorretrato de Alberto Durero' e 'As três graças', de Rubens. Na imagem, visitantes em uma galeria do Prado, ao fundo no centro está a obra 'As três graças', de Rubens.
  • Um visitante observa os desenhos da exposição de Goya que encerra o programa de comemoração dos 200 anos do museu.
    11Um visitante observa os desenhos da exposição de Goya que encerra o programa de comemoração dos 200 anos do museu.
  • Fachada do edifício do Museu do Prado, em Madri.
    12Fachada do edifício do Museu do Prado, em Madri.