Seleccione Edição
Login
Manifestante na semana passada, em Veneza.
Manifestante na semana passada, em Veneza. Getty

Veneza não quer se transformar em parque temático, em imagens

8 fotos

A indústria de cruzeiros em Veneza gera mais de 400 milhões de euros por ano para a Itália, um negócio muito frutífero e muito controverso, já que os vizinhos vêm lutando há anos para que o Governo afaste esses gigantes que poluem e desfiguram a paisagem

  • O cruzeiro MSC Magnifica, visto da torre do sino de San Maggiore, chega à Lagoa de Veneza transportado por três rebocadores, em 8 de junho de 2019. Em 2 de junho de 2019, o navio MSC Opera perdeu o controle e atingiu o barco turístico Condessa do Rio quando chegou ao cais de Veneza.
    1O cruzeiro MSC Magnifica, visto da torre do sino de San Maggiore, chega à Lagoa de Veneza transportado por três rebocadores, em 8 de junho de 2019. Em 2 de junho de 2019, o navio MSC Opera perdeu o controle e atingiu o barco turístico Condessa do Rio quando chegou ao cais de Veneza. AFP
  • Após o incidente do navio de cruzeiro Opera, da MSC, que ocorreu em 2 de junho de 2019, o comitê 'No Big Ships' organizou uma marcha de protesto para pedir a proibição da passagem de grandes navios perto de San Marco, em 8 de junho de 2019.
    2Após o incidente do navio de cruzeiro Opera, da MSC, que ocorreu em 2 de junho de 2019, o comitê 'No Big Ships' organizou uma marcha de protesto para pedir a proibição da passagem de grandes navios perto de San Marco, em 8 de junho de 2019. Getty
  • Homens viajam em um barco com o banner 'No Grande Navi' durante uma manifestação contra os grandes cruzeiros que navegam na lagoa de Veneza, em 8 de junho de 2019.
    3Homens viajam em um barco com o banner 'No Grande Navi' durante uma manifestação contra os grandes cruzeiros que navegam na lagoa de Veneza, em 8 de junho de 2019. AFP
  • Os manifestantes, depois de uma longa espera, conseguem entrar na Piazza San Marco, em 8 de junho de 2019, em Veneza, na Itália.
    4Os manifestantes, depois de uma longa espera, conseguem entrar na Piazza San Marco, em 8 de junho de 2019, em Veneza, na Itália. Getty
  • O MSC Magnifica é visto de um dos canais que levam à Lagoa de Veneza, em 9 de junho de 2019.
    5O MSC Magnifica é visto de um dos canais que levam à Lagoa de Veneza, em 9 de junho de 2019. AFP
  • Manifestante aguarda o início do protesto, em 8 de junho de 2019, com o cartaz: "Veneza não é a Disneylândia"
    6Manifestante aguarda o início do protesto, em 8 de junho de 2019, com o cartaz: "Veneza não é a Disneylândia" Getty
  • O protesto 'No Grandi Navi' começa a se mover do Zattere em 8 de junho de 2019, em Veneza.
    7O protesto 'No Grandi Navi' começa a se mover do Zattere em 8 de junho de 2019, em Veneza. Getty
  • Vista geral de Veneza com navios de cruzeiro ancorados no porto, em 9 de junho de 2019.
    8Vista geral de Veneza com navios de cruzeiro ancorados no porto, em 9 de junho de 2019. AFP