WhatsApp impedirá que nos adicionem indiscriminadamente a grupos

Usuário poderá escolher quem pode incluí-lo em um grupo: “Qualquer pessoa”, “Meus contatos” ou “Ninguém”

Exemplos das opções de configurações de privacidade que serão incorporadas ao WhatsApp.
Exemplos das opções de configurações de privacidade que serão incorporadas ao WhatsApp.

MAIS INFORMAÇÕES

Isso já aconteceu com todos nós: você é adicionado, sem ser consultado previamente, a um grupo de WhatsApp do qual realmente não tem interesse especial em participar, e o pesadelo começa. Dependendo da natureza e dos membros, um grupo de mensagens pode ser um deserto de paz e silêncio, ou, pelo contrário, um verdadeiro pesadelo, que não temos outra escolha a não ser silenciar. Infelizmente, são tantos os grupos que assediam determinados usuários que muitos decidiram adotar decisões drásticas para mantê-los na linha. Pois bem, o WhatsApp pôs fim a esse assédio de forma oficial.

O popular aplicativo de mensagens pertencente ao Facebook confirmou uma função que já se pressentia há algumas semanas, por meio da qual os usuários terão ferramentas para se defender do assédio dos grupos. Atualmente, as vítimas da grupite do WhatsApp só têm a opção de silenciá-lo e deixar que as novas mensagens se percam (é como uma morte em vida do grupo) ou então se expor e ser um alvo fácil para que os críticos as acusem de descortesia. O WhatsApp sabe que muitos usuários da plataforma não abandonam os grupos por causa do “o que eles vão dizer”, então decidiu não colocar seus usuários nesse dilema.

Escolher em qual grupo estar

Em uma entrada no blog oficial da empresa intitulada “Novas configurações de privacidade nos grupos”, o WhatsApp anuncia uma nova função na qual se dá mais controle ao usuário da plataforma na hora de ser adicionado a um grupo. “As pessoas optam pelos grupos para manter conversas importantes e nos pediram mais controle sobre essa experiência”, diz a empresa na entrada do blog para anunciar uma bateria de medidas com as quais será colocado um limite, finalmente, aos abusos dos grupos.

Isso significa que será declarada guerra aos temidos e adorados grupos do WhatsApp? Muito pelo contrário. A empresa do guarda-chuva do Facebook permitirá que o usuário determine seu nível de permeabilidade aos mesmos: a partir de hoje, cada usuário pode escolher quem pode adicioná-lo a um grupo por meio de configurações de privacidade em três níveis: “Qualquer pessoa”, “Meus contatos” e “Ninguém”. A primeira alternativa mantém a situação atual por defaut: qualquer pessoa que tiver nosso número poderá nos incluir em um grupo; a segunda, somente os usuários que estiverem na nossa lista de contatos da plataforma, e a mais radical (e possivelmente mais interessante), a última: que obriga a aprovar as inclusões nos grupos uma a uma.

Essa nova função será implantada gradativamente “durante as próximas semanas” entre os assinantes do aplicativo de mensagens que, uma vez que estiver disponível, poderão configurá-lo acessando Configurações/Conta/Privacidade/ Grupos e ali determinar seu nível de disponibilidade em relação aos mesmos.