Seleccione Edição
Login

O Brasil contado pelos olhos do fotógrafo espanhol Nacho Doce

Há 15 anos na agência Reuters, ele garimpa pérolas em meio ao caos das metrópoles brasileiras

  • Uma jovem vai numa van a caminho de uma aula de balé no estúdio de dança New Dreams, cruxando o bairro da Luz, conhecido como Cracolândia, em São Paulo, no dia 12 de agosto de 2015. O Brasil é um dos maiores consumidores de crack no mundo, e a Cracolândia, localizada no centro de São Paulo, é um dos mais intensos e brutais pontos de consumo da droga.
    1Uma jovem vai numa van a caminho de uma aula de balé no estúdio de dança New Dreams, cruxando o bairro da Luz, conhecido como Cracolândia, em São Paulo, no dia 12 de agosto de 2015. O Brasil é um dos maiores consumidores de crack no mundo, e a Cracolândia, localizada no centro de São Paulo, é um dos mais intensos e brutais pontos de consumo da droga. Reuters
  • Um pichador pinta sua assinatura pessoal em cima de um prédio em São Paulo, no dia 17 de março de 2017. A fonte angular e rúnica conquistou trechos da paisagem da cidade enquanto artistas de rua invisíveis escalam prédios e pontos turísticos com rolos de tinta e latas de spray nas mãos, atraindo a ira de muitos que abraçam outras formas de grafite.
    2Um pichador pinta sua assinatura pessoal em cima de um prédio em São Paulo, no dia 17 de março de 2017. A fonte angular e rúnica conquistou trechos da paisagem da cidade enquanto artistas de rua invisíveis escalam prédios e pontos turísticos com rolos de tinta e latas de spray nas mãos, atraindo a ira de muitos que abraçam outras formas de grafite. Reuters
  • Rodrigo (direita), 26, Wam (centro), 24, e Teflon (esquerda), 19, membros da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais e transexuais (LGBT) que foram convidados a viver em um prédio que o Movimento Sem Teto ocupou, relaxam no centro de São Paulo, em foto tirada no dia 8 de novembro de 2016.
    3Rodrigo (direita), 26, Wam (centro), 24, e Teflon (esquerda), 19, membros da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais e transexuais (LGBT) que foram convidados a viver em um prédio que o Movimento Sem Teto ocupou, relaxam no centro de São Paulo, em foto tirada no dia 8 de novembro de 2016. Reuters
  • Gaby, 18 anos, membro da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT) que foi convidada a morar em um edifício ocupado pelo Movimento Sem Teto, maquia-se no centro de São Paulo, em foto tirada no dia 20 de fevereiro de 2016.
    4Gaby, 18 anos, membro da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT) que foi convidada a morar em um edifício ocupado pelo Movimento Sem Teto, maquia-se no centro de São Paulo, em foto tirada no dia 20 de fevereiro de 2016. Reuters
  • Um homem solta pipa num cemitério da Vila Operária, uma favela do Rio de Janeiro, no dia 25 de junho de 2016.
    5Um homem solta pipa num cemitério da Vila Operária, uma favela do Rio de Janeiro, no dia 25 de junho de 2016. Reuters
  • Gisele Marie, uma mulher muçulmana e música profissional de heavy metal, toca sua guitarra Gibson Flying V durante um ensaio em um estúdio de São Paulo, em 27 de janeiro de 2015.
    6Gisele Marie, uma mulher muçulmana e música profissional de heavy metal, toca sua guitarra Gibson Flying V durante um ensaio em um estúdio de São Paulo, em 27 de janeiro de 2015. Reuters
  • Uma vista aérea da represa de Atibainha, parte do reservatório da Cantareira, durante uma seca em Nazaré Paulista, estado de São Paulo, em 18 de novembro de 2014.
    7Uma vista aérea da represa de Atibainha, parte do reservatório da Cantareira, durante uma seca em Nazaré Paulista, estado de São Paulo, em 18 de novembro de 2014. Reuters
  • Manuela Mitre é ajudada pelas parteiras Cristina Balzano (abaixo, à direita) e Maira (ao fundo, à esquerda) ao dar à luz seu segundo filho, Gael, enquanto deita em uma banheira de água, acompanhada de seu marido, André e da filha Alice, que observam em sua casa de São Paulo, no dia 6 de novembro de 2013. O casal decidiu que seu filho nascesse na água morna, o que cria um ambiente semelhante ao do útero, segundo as parteiras.
    8Manuela Mitre é ajudada pelas parteiras Cristina Balzano (abaixo, à direita) e Maira (ao fundo, à esquerda) ao dar à luz seu segundo filho, Gael, enquanto deita em uma banheira de água, acompanhada de seu marido, André e da filha Alice, que observam em sua casa de São Paulo, no dia 6 de novembro de 2013. O casal decidiu que seu filho nascesse na água morna, o que cria um ambiente semelhante ao do útero, segundo as parteiras. Reuters
  • Membros do Movimento dos Sem-Teto do Brasil correm com seus pertences para ocupar um dos 11 edifícios vazios que o movimento tomou em uma noite, no centro de São Paulo, em 29 de outubro de 2012. Segundo a Prefeitura, cerca de 400 mil pessoas carecem de moradia estável, incluindo as 4.000 famílias do Movimento Sem Teto que estão ocupando edifícios abandonados ou vagos, que vão de prédios a hotéis, na maior cidade da América do Sul.
    9Membros do Movimento dos Sem-Teto do Brasil correm com seus pertences para ocupar um dos 11 edifícios vazios que o movimento tomou em uma noite, no centro de São Paulo, em 29 de outubro de 2012. Segundo a Prefeitura, cerca de 400 mil pessoas carecem de moradia estável, incluindo as 4.000 famílias do Movimento Sem Teto que estão ocupando edifícios abandonados ou vagos, que vão de prédios a hotéis, na maior cidade da América do Sul. Reuters
  • Um membro do Movimento dos Sem-Teto (Movimento Sem Teto) do Brasil sai para o trabalho através de um buraco feito com uma marreta em um dos 11 edifícios vazios que o movimento tomou em uma noite, no centro de São Paulo, em foto tirada no dia 29 de outubro de 2012.
    10Um membro do Movimento dos Sem-Teto (Movimento Sem Teto) do Brasil sai para o trabalho através de um buraco feito com uma marreta em um dos 11 edifícios vazios que o movimento tomou em uma noite, no centro de São Paulo, em foto tirada no dia 29 de outubro de 2012. Reuters
  • Um membro do Movimento dos Sem-Teto (Movimento Sem Teto) do Brasil lava roupa em um dos 11 prédios vazios que o movimento ocupou no centro de São Paulo, em foto tirada no dia 5 de dezembro de 2012.
    11Um membro do Movimento dos Sem-Teto (Movimento Sem Teto) do Brasil lava roupa em um dos 11 prédios vazios que o movimento ocupou no centro de São Paulo, em foto tirada no dia 5 de dezembro de 2012. Reuters
  • Uma mãe segura seu bebê de 4 meses de idade, nascido com microcefalia, em frente à sua casa em Olinda, perto de Recife, no dia 11 de fevereiro de 2016.
    12Uma mãe segura seu bebê de 4 meses de idade, nascido com microcefalia, em frente à sua casa em Olinda, perto de Recife, no dia 11 de fevereiro de 2016. Reuters
  • Aspirantes a pugilistas treinam em um ginásio sob o viaduto Alcântara Machado, enquanto carros passam no bairro da Mooca em São Paulo, no dia 28 de março de 2011. A Academia de Boxe do Garrido, fundada pelo ex-boxeador Nilson Garrido é um projeto cujo objetivo é levar o esporte para a população pobre e marginalizada.
    13Aspirantes a pugilistas treinam em um ginásio sob o viaduto Alcântara Machado, enquanto carros passam no bairro da Mooca em São Paulo, no dia 28 de março de 2011. A Academia de Boxe do Garrido, fundada pelo ex-boxeador Nilson Garrido é um projeto cujo objetivo é levar o esporte para a população pobre e marginalizada. Reuters
  • O aspirante a boxeador Chibata usa um amortecedor de caminhão para fortalecer a parte superior do corpo durante um treino em um ginásio sob o viaduto Alcântara Machado, no bairro da Mooca em São Paulo, em foto tirada no dia 28 de março de 2011. A Academia de Boxe do Garrido, fundada pelo ex-boxeador brasileiro Nilson Garrido, adota um equipamento de treinamento primitivo que desenvolveu durante seus anos como treinador, em um projeto cujo objetivo é levar o esporte para a população pobre e marginalizada.
    14O aspirante a boxeador Chibata usa um amortecedor de caminhão para fortalecer a parte superior do corpo durante um treino em um ginásio sob o viaduto Alcântara Machado, no bairro da Mooca em São Paulo, em foto tirada no dia 28 de março de 2011. A Academia de Boxe do Garrido, fundada pelo ex-boxeador brasileiro Nilson Garrido, adota um equipamento de treinamento primitivo que desenvolveu durante seus anos como treinador, em um projeto cujo objetivo é levar o esporte para a população pobre e marginalizada. Reuters
  • Moradores da região de São Paulo que dependem do sistema de água da Cantareira bloqueiam uma estrada durante um protesto pelo racionamento contínuo de água durante oito meses, como resultado de uma seca recorde, em foto tirada no dia 27 de outubro de 2014. Na época, o sistema Cantareira, que abastece a maior parte de São Paulo, sofreu a pior seca em 80 anos, com o menor nível de água já registrado.
    15Moradores da região de São Paulo que dependem do sistema de água da Cantareira bloqueiam uma estrada durante um protesto pelo racionamento contínuo de água durante oito meses, como resultado de uma seca recorde, em foto tirada no dia 27 de outubro de 2014. Na época, o sistema Cantareira, que abastece a maior parte de São Paulo, sofreu a pior seca em 80 anos, com o menor nível de água já registrado. Reuters
  • Malabaristas se apresentam em uma praça chamada Circo do Beco, no bairro Vila Madalena, em São Paulo, no dia 8 de abril de 2013. Malabaristas de rua e membros do circo de São Paulo se reúnem para se apresentar, ensinar truques uns aos outros truques, se desestressar e divertir-se na praça toda segunda-feira, há mais de 10 anos.
    16Malabaristas se apresentam em uma praça chamada Circo do Beco, no bairro Vila Madalena, em São Paulo, no dia 8 de abril de 2013. Malabaristas de rua e membros do circo de São Paulo se reúnem para se apresentar, ensinar truques uns aos outros truques, se desestressar e divertir-se na praça toda segunda-feira, há mais de 10 anos. Reuters
  • Um manifestante Black Bloc joga uma placa de táxi em direção aos policiais militares durante um protesto contra o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, no dia 3 de agosto de 2013
    17Um manifestante Black Bloc joga uma placa de táxi em direção aos policiais militares durante um protesto contra o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, no dia 3 de agosto de 2013 Reuters