Seleccione Edição
Login

A ‘vida de excessos’ de Hugh Hefner, em imagens

O legendário fundador da ‘Playboy’ morreu aos 91 anos na noite desta quarta-feira

  • Hugh Hefner morreu “rodeado de seus entes queridos” em sua legendária residência aos 91 anos. Na imagem, o fundador da revista Playboy em sua mansão de Los Angeles em 27 de julho de 2010.
    1Hugh Hefner morreu “rodeado de seus entes queridos” em sua legendária residência aos 91 anos. Na imagem, o fundador da revista Playboy em sua mansão de Los Angeles em 27 de julho de 2010. REUTERS
  • Na imagem, de 21 de agosto de 1970, Hefner (acima no centro), sua namorada, a atriz Barbara Benton (esquerda) e o diretor de cinema Roman Polanski (acima à esquerda) chegando ao aeroporto Le Boutget (França) com seu jet privado "Big Bunny".
    2Na imagem, de 21 de agosto de 1970, Hefner (acima no centro), sua namorada, a atriz Barbara Benton (esquerda) e o diretor de cinema Roman Polanski (acima à esquerda) chegando ao aeroporto Le Boutget (França) com seu jet privado "Big Bunny". AFP
  • Cooper Hefner, filho de Hugh Hefner e diretor criativo da Playboy Enterprises, destacou que seu pai “Meu pai viveu uma vida excepcional e impactante como um pioneiro da imprensa e da cultura e uma voz líder em alguns dos movimentos sociais e culturais mais significativos de nosso tempo, ao ser um defensor da liberdade de expressão, dos direitos civis e da liberdade sexual”. Na imagem, Hefner fala sobre seu programa de televisão em 7 de maio de 1977 em Los Angeles.
    3Cooper Hefner, filho de Hugh Hefner e diretor criativo da Playboy Enterprises, destacou que seu pai “Meu pai viveu uma vida excepcional e impactante como um pioneiro da imprensa e da cultura e uma voz líder em alguns dos movimentos sociais e culturais mais significativos de nosso tempo, ao ser um defensor da liberdade de expressão, dos direitos civis e da liberdade sexual”. Na imagem, Hefner fala sobre seu programa de televisão em 7 de maio de 1977 em Los Angeles. AP
  • Playboy, fundada em 1953, é uma das marcas mais reconhecidas dos Estados Unidos, a referência durante décadas do entretenimento erótico masculino. Na imagem, a estrela de seu fundador na Calçada da Fama de Los Angeles recebe flores após a morte do magnata.
    4Playboy, fundada em 1953, é uma das marcas mais reconhecidas dos Estados Unidos, a referência durante décadas do entretenimento erótico masculino. Na imagem, a estrela de seu fundador na Calçada da Fama de Los Angeles recebe flores após a morte do magnata. REUTERS
  • Playboy, célebre pelo "coelhinho" que a representa, nasceu como um desafio aos conservadores códigos morais que regiam os EUA na época. Na imagem, Hugh Hefner junto a Holly Madison (esquerda), Bridget Marquardt (centro) e Kendra Wilkinson (direita) na entrega do prêmio AFI Life Achievement Award a Al Pacino no teatro Kodak de Los Angeles.
    5Playboy, célebre pelo "coelhinho" que a representa, nasceu como um desafio aos conservadores códigos morais que regiam os EUA na época. Na imagem, Hugh Hefner junto a Holly Madison (esquerda), Bridget Marquardt (centro) e Kendra Wilkinson (direita) na entrega do prêmio AFI Life Achievement Award a Al Pacino no teatro Kodak de Los Angeles. AFP
  • Imagem de 21 de agosto de 1970 de uma coletiva de imprensa do editor Hugh Hefner no aeroporto de Le Bourget (França)
    6Imagem de 21 de agosto de 1970 de uma coletiva de imprensa do editor Hugh Hefner no aeroporto de Le Bourget (França) AFP
  • Hugh Hefner em 11 de janeiro de 2007 durante a coletiva de imprensa de apresentação da nova temporada de seu programa de televisão "Girls of the Playboy Mansion" que passava no canal E! Entertainment. Hefner criou uma personagem de playboy eterno, com um chapéu de capitão, um roupão e um copo na mão, a qual foi fiel durante décadas.
    7Hugh Hefner em 11 de janeiro de 2007 durante a coletiva de imprensa de apresentação da nova temporada de seu programa de televisão "Girls of the Playboy Mansion" que passava no canal E! Entertainment. Hefner criou uma personagem de playboy eterno, com um chapéu de capitão, um roupão e um copo na mão, a qual foi fiel durante décadas. AFP
  • O ícone do coelho com a gravata, talvez um dos símbolos mais reconhecíveis do mundo, foi parte da marca desde o início. Nos anos 70, a revista chegou a vender 7 milhões de cópias. Na imagem, tomada em março de 1970, Hugh Hefner e sua namorada Barbi Benton (centro) são servidos por uma garçonete da Playboy no aeroporto de La Guardia (Nova York).
    8O ícone do coelho com a gravata, talvez um dos símbolos mais reconhecíveis do mundo, foi parte da marca desde o início. Nos anos 70, a revista chegou a vender 7 milhões de cópias. Na imagem, tomada em março de 1970, Hugh Hefner e sua namorada Barbi Benton (centro) são servidos por uma garçonete da Playboy no aeroporto de La Guardia (Nova York). AP
  • O fundador da Playboy na celebração de seu aniversário de 75 anos, quando houve uma festa no Estudo 54 de Las Vegas em 2 de março de 2001.
    9O fundador da Playboy na celebração de seu aniversário de 75 anos, quando houve uma festa no Estudo 54 de Las Vegas em 2 de março de 2001. REUTERS
  • Na imagem, Hugh Hefner posa durante evento especial pelo aniversário de 60 anos da Playboy em Los Angeles, em 15 de janeiro de 2014. O plano de Hugh Hefner era ser enterrado em um túmulo ao lado da mulher que ajudou a fundar seu império, Marilyn Monroe, a primeira capa da revista. Em 2009, Hefner comprou um túmulo vazio ao lado do dela que estava disponíveli: "quem não quereria passar toda a eternidade com Marilyn?"
    10Na imagem, Hugh Hefner posa durante evento especial pelo aniversário de 60 anos da Playboy em Los Angeles, em 15 de janeiro de 2014. O plano de Hugh Hefner era ser enterrado em um túmulo ao lado da mulher que ajudou a fundar seu império, Marilyn Monroe, a primeira capa da revista. Em 2009, Hefner comprou um túmulo vazio ao lado do dela que estava disponíveli: "quem não quereria passar toda a eternidade com Marilyn?" AFP

MAIS INFORMAÇÕES