CHAMPIONS

Torcedores do Legia enfrentam a polícia antes do jogo contra o Real Madrid

Os poloneses enfrentaram os agentes nas proximidades do Santiago Bernabéu

Um torcedor do Legia de Varsóvia enfrenta os agentes da Polícia Nacional.EFE

Torcedores fanáticos do Legia de Varsóvia, que estão entre os mais perigosos da Europa, causaram incidentes em Madri como já fizeram no jogo contra o Dortmund. Nesta ocasião, eles entraram em confronto com a Polícia Nacional nas imediações do Santiago Bernabéu antes do jogo contra o Real Madrid, para o qual havia sido preparado um dispositivo com 2.000 soldados. Os policiais dispararam balas de borracha e atacaram os violentos torcedores poloneses que jogavam garrafas de vidro. Houve vários feridos.

MAIS INFORMAÇÕES

Perto das 18h de última terça-feira, um grupo de violentos chegou silenciosamente a Sol. Eram escoltados pela polícia. Foram tomadas todas as medidas de segurança habituais em jogos de alto risco. Os policiais tentaram controlar os fãs do Legia, reservaram um trem do metrô para eles, que os levou ao Santiago Bernabéu sem parar em nenhuma estação. O ponto de encontro dos fãs eram os jardins da Avenida del Brasil, a 400 metros do estádio do Real Madrid. Os poloneses roubaram cachecóis e comida das tradicionais barracas e tentaram arrancar as câmeras de alguns jornalistas.

Depois de segurá-los por alguns minutos na rua de Pedro Teixeira, os agentes permitiram que os fãs avançassem lentamente. Quando chegaram à rua de Rafael Salgado, na parte norte do Santiago Bernabéu, começaram os primeiros distúrbios. Os cavalos da polícia se descontrolaram porque os torcedores violentos atiraram garrafas de vidro e as forças de segurança responderam com balas de borracha. O SAMUR atendeu vários fãs poloneses, que tinham cortes na cabeça.

Os torcedores do Real Madrid também foram afetados porque as forças de segurança não deixaram que entrassem na área das portas de acesso e a situação ficou caótica.

O enfrentamento durou vários minutos, e a polícia decidiu encurralar os poloneses. Um dos torcedores, com um alto-falante começou a acalmar as pessoas e pedir aos agentes retrocedessem para ganhar espaço e poder entrar de maneira tranquila no estádio

Arquivado Em: