Seleccione Edição
Login

Foguete da SpaceX explode no Cabo Canaveral, na Flórida, antes de decolar

O incidente do Falcon 9 não deixou feridos, segundo a companhia

Cabo Cañaveral.  A explosão de um foguete deixou um rastro de fumaça na Florida.

Um foguete Falcon 9 da empresa SpaceX explodiu nesta quinta-feira antes do lançamento em Cabo Canaveral (Flórida, EUA). O acidente sacudiu os edifícios próximos e deixou um rastro de fumaça no céu.

O veículo e sua carga ficaram totalmente destruídos, disse a AFP, citando um porta-voz da empresa. “A plataforma de lançamento estava vazia e não houve nenhum ferido”, disse a fonte. O acidente ocorreu durante uma prova técnica de lançamento prévia à decolagem, que estava marcada para este sábado. “Deve ter sido em decorrência de uma anomalia na plataforma de lançamento”, acrescentou o porta-voz.

Pelo Twitter, o departamento de emergências do condado de Brevard, onde fica a plataforma, disse que “não há nenhuma ameaça para a população em geral”.

A SpaceX, pertencente ao empreendedor Elon Musk, fundador da Tesla, planejava lançar o seu nono foguete do Centro Espacial Kennedy, da NASA. O aparelho transportava um satélite de comunicações da empresa israelense Spacecom, entre cujos clientes está o Facebook, para atender à iniciativa Internet.org.

Ao criar a SpaceX, em 2002, Musk buscava se tornar um líder do transporte espacial privado. Atualmente, a empresa tem um contrato multimilionário como fornecedor da NASA. O acidente ocorre dias antes de Musk apresentar um ambicioso plano para levar humanos a Marte, outro de seus objetivos declarados.

Musk disputa com outras companhias o desenvolvimento de uma nova geração de foguetes reutilizáveis. Uma delas é a Blue Origin, fundada por Jeff Bezos, criador da Amazon, que já realizou aterrissagens bem-sucedidas em várias ocasiões.

Em abril deste ano, a SpaceX conseguiu que um foguete lançado ao espaço pousasse posteriormente numa plataforma flutuante no oceano. A empresa passou quase um ano e meio perseguindo esse objetivo, que abre uma nova etapa na corrida espacial com veículos aptos a fazer várias viagens. Nas ocasiões anteriores, os foguetes conseguiram aterrissar nas plataformas marítimas, mas com tanta força que ficaram destruídos. Numa dessas tentativas, um foguete explodiu dois minutos depois de decolar, quando levava suprimentos à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

MAIS INFORMAÇÕES